Homepage

  • Campanha da WSL sobre o Dia Internacional da Mulher revela presença de Teresa Bonvalot em Peniche
    02 março 2023
    arrow
  • Pela primeira vez, o surf feminino português vai ter representação no CT de Peniche.
  • Depois de ter participado na perna havaiana que abriu a temporada de 2023 do Championhip Tour (CT), Teresa Bonvalot prepara-se para voltar a competir na divisão máxima do surf mundial, mas desta vez em Portugal, o que já não acontece desde 2017.

    Apesar da World Surf League (WSL) ainda não ter anunciado os heat draws do MEO Rip Curl Pro Portugal, aquela que será a terceira etapa do CT 2023, o nome da surfista portuguesa surge na campanha da WSL relacionada com o Dia Internacional da Mulher, que será celebrado no dia inaugural do período de espera do evento, a 8 de março.

    No âmbito dessa campanha, que pelo segundo ano consecutivo é realizada na etapa lusa, os surfistas que vão competir em Supertubos escolheram uma mulher que os tenha inspirado no mundo do desporto, sendo o sobrenome dessa escolha que vão levar na licra de competição. 

    Teresa surge na lista de atletas que escolheu um nome, tendo optado por Patrícia Mamona, medalhada de prata no concurso do triplo salto em Tóquio'2020. Por sua vez, o sobrenome da surfista portuguesa vai estar estampado na licra do italiano Leo Fioravanti, atual número 4 do ranking mundial.

    Nessa mesma lista surgem as 17 tops mundiais qualificadas para o CT 2023, entre as quais Johanne Defay e Sophie McCulloch, surfistas que estiveram lesionadas na perna havaiana e já deverão estar recuperadas.

    Isso leva a deduzir que Teresa Bonvalot não deverá usufruir do estatuto de primeira suplente, mas sim do wildcard disponível. Contudo, nada está oficializado da parte da WSL...

    Por exemplo, Frederico Morais já foi confirmado como wildcard do MEO para a etapa penichense, mas de momento o seu nome não surge na lista divulgada pela WSL. O mesmo sucede com o campeão olímpico Ítalo Ferreira.

    Com a presença de Teresa Bonvalot em Supertubos, esta será a primeira vez que o surf feminino luso vai estar representado no CT de Peniche. No passado, a surfista de 23 anos já competiu por meia dezena de ocasiões na etapa portuguesa do circuito mundial de surf, mas aí a prova desenrolou-se sempre em Cascais. 

     

     

     

    Através da rede de livecams, podes visualizar em direto e em tempo real toda a evolução do estado do mar e da praia.

    Podes também confirmar as previsões relativas a todas as praias através da nossa página Praias Beachcam.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Outras Notícias Relacionadas