Homepage

  • A composição da elite mundial para o World Tour 2023
    07 dezembro 2022
    arrow
  • Do lado masculino há quatro caras novas, enquanto no feminino há duas.
  • Chegou ao fim a temporada de 2022 no surf mundial, sendo já conhecidas as caras novas que vão competir no circuito mundial de 2023. Com 10 vagas masculinas e cinco femininas em jogo, os surfistas qualificados representam um misto de rookies e regressos à elite mundial.

    Do lado masculino foram sete as vagas definidas durante a prova de Haleiwa, mesmo que não fosse preciso esperar até às finais para conhecer as contas finais. Do lado feminino tudo foi decidido na final, onde se ficou a conhecer a última das duas vagas em jogo, infelizmente com um desfecho que acabou por tirar a Teresa Bonvalot a possibilidade de fazer parte da elite mundial em 2023.

    No entanto, apesar de os wildcards de temporada terem sido decididos logo após o final do CT 2022, há ainda que saber quem a WSL vai definir como suplentes, tendo Teresa grande possibilidade de ser a suplente feminina. E essa poderá ser uma oportunidade para conseguir algo como Caio Ibelli ou Matthew McGillivray conseguiram no ano que findou, onde começaram como suplentes e conseguiram permanecer no circuito apos o cut do meio do ano.

    CT 2023 masculino:

    Filie Toledo (BRA)
    Italo Ferreira (BRA)
    Jack Robinson (AUS)
    Ethan Ewing (AUS)
    Kanoa Igarashi (JAP)
    Miguel Pupo (BRA)
    Griffin Colapinto (EUA)
    Caio Ibelli (BRA)
    Connor O’Leary (AUS)
    Callum Robson (AUS)
    Samuel Pupo (BRA)
    John John Florence (HAV)
    Matthew McGillivray (AFS)
    Jordy Smith (AFS)
    Kelly Slater (EUA)
    Barron Mamyia (HAV)
    Nat Young (EUA)
    Jake Marshall (EUA)
    Kolohe Andino (EUA)
    Jadson Andre (BRA)
    Seth Moniz (HAV)
    Jackson Baker (AUS)
    Yago Dora (BRA)*
    Gabriel Medina (BRA)*
    ------------------------------------
    Leonardo Fioravanti (ITA)**
    Ryan Callinan (AUS)**
    Rio Waida (IDN)****
    Maxime Huscenot (FRA)****
    Ramzi Boukhiam (MAR)****
    Michael Rodrigues (BRA)***
    Ian Gentil (HAV)****
    João Chianca (BRA)**
    Liam O’Brien (AUS)**
    Ezekiel Lau (HAV)**

    CT 2023 feminino:

    Stephanie Gilmore (AUS)
    Carissa Moore (HAV)
    Johanne Defay (FRA)
    Tatiana Weston-Webb (BRA)
    Brisa Hennessy (CRC)
    Lakey Peterson (EUA)
    Courtney Conlogue (EUA)
    Tyler Wright (AUS)
    Gabriela Bryan (HAV)
    Isabella Nichols (AUS)
    Caroline Marks (EUA)*
    Sally Fitzgibbons (AUS)*
    ---------------------------------------
    Bettylou Sakura Johnson (HAV)**
    Macy Callaghan (AUS)***
    Molly Picklum (AUS)**
    Caitlin Simmers (EUA)****
    Sophie McCulloch (AUS)****

    *wildcard
    **requalificado
    ***regresso
    ****rookie

    Olhando para estas listas, vemos que a França regressou à elite masculina por intermédio de Maxime Huscenot e Marrocos vai estar em estreia no próximo ano. O Brasil volta a liderar em total de surfistas, com 10 surfistas, contra 10 da Austrália. Já do lado feminino, a Austrália domina com sete representantes, o mesmo número da conexão Estados Unidos com Havai. Sobram depois uma vaga para França, Costa Rica e Brasil, sendo que as surfistas que representam Costa Rica e Brasil são originárias do… Havai.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Outras Notícias Relacionadas