Homepage

  • As wildcards e principais ausências em Haleiwa
    22 novembro 2022
    arrow
  • Carissa Moore, Gabriela Bryan e Sally Fitzgibbons são as tops mundiais que vão a jogo na prova havaiana.
  • Estamos a três dias do arranque do Haleiwa Challenger, a etapa decisiva das Challenger Series 2022, onde se definem as últimas vagas para o CT 2023. Com praticamente tudo a postos para o arranque da prova havaiana, a campeã nacional Teresa Bonvalot chega ao North Shore de Oahu com grandes possibilidades de conseguir uma das duas vagas femininas ainda em jogo.

    Com a aproximação do evento, começam a definir-se muitos aspetos da competição e, apesar de ainda não ter sido divulgado o quadro de heats, onde Teresa vai surgir como top seed, em virtude de ocupar atualmente o 5.º posto do ranking, já é possível desvendar algumas novidades na lista de inscritos, mais concretamente as wildcards.

    Já era sabido que as havaianas Carissa Moore, cinco vezes campeã mundial, vice-campeã mundial em título e campeã olímpica, e Gabriela Bryan, rookie do CT 2022, e ainda a experiente australiana Sally Fitzagibbons, serão as três representantes da elite mundial em jogo. Apesar de irem a Haleiwa apenas ganhar ritmo competitivo, todas elas poderão representar uma grande ameaça para as surfistas que ainda luta pela qualificação.

    A este trio junta-se ainda a australiana India Robinson, que beneficia do facto de ter sido top mundial este ano para garantir entrada, depois de ter caído do CT a meio do ano e de ter falhado várias provas das Challenger Series. Algo que a atirou para uma posição muito baixa no ranking - longe do top 50 -, mas escudada por esse estatuto adquirido no início da temporada.

    Depois, haverá ainda três wildcards, todas elas jovens e todas a competirem em casa, pelo que também poderão ser ameaças para as surfistas que ainda têm uma palavra a dizer nas contas do ranking e da luta pelo top 5. Pua Desoto, que no ano passado conseguiu um prometedor 9.º posto nesta etapa, Nora Liotta e Eweleiula Wong são as convidadas que prometem dar que falar neste evento.

    Em sentido inverso, há algumas baixas importantes entre as surfistas que pertencem às Challenger Series. Desde logo, a australiana Bronte Macaulay, atual número 7 do ranking, que, assim, sai automaticamente fora da luta. Na lista de ausências constam ainda os nomes das francesas Tessa Thyssen (17ª do ranking e finalista vencida em Saquarema) e Pauline Ado (43.ª), as australianas Keely Andrew (20.ª) e Phillipa Anderson (33.ª), a peruana Daniella Rosas (21.ª), a neozelandesa Paige Hareb (31.ª) e a barbadense Chelsea Tuach (41.ª).   

    É assim, entre tops mundiais, promissoras wildcards e várias ausências, que está feita a lista de 48 competidoras deste Haleiwa Challenger. No entanto, esta lista pode estar ainda sujeita a eventuais desistências e substituições de última hora. Resta a ação começar a torcer para que Teresa Bonvalot saia do Havai com uma histórica qualificação para o circuito mundial feminino.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Outras Notícias Relacionadas