Homepage

  • Nova chamada em Haleiwa marcada para esta segunda-feira
    28 novembro 2022
    arrow
  • Prova havaiana deverá terminar entre sexta-feira e sábado.
  • O Haleiwa Challenger tem nova chamada marcada para esta segunda-feira, após dois dias de pausa decretados durante o fim-de-semana. A etapa decisiva das Challenger Series 2022, onde seis portugueses vão estar em ação, aguarda a entrada de melhores condições para ir finalmente para a água. Algo que poderá acontecer apenas a partir desta terça-feira, com excelentes previsões para durante toda a semana.

    Apesar de as condições não se mostrarem favoráveis no sábado e domingo, nova chamada vai acontecer esta segunda-feira, embora o desfecho possa ser o mesmo, como novo lay day. As atenções estão apontadas para terça-feira e para os últimos dias da semana, com a promessa de ondas em forças e vento offshore a ajudar ao espetáculo.

    “No primeiro dia de janela de espera encontrámos uma ondulação a cair e com direção errada para Haleiwa”, começou por dizer Marty Thomas, diretor da WSL regional do Havai/Taiti. “As previsões são muito boas para durante a próxima semana, com dois bons swells de noroeste a caminho, que encaixam na perfeição neste icónico palco”, frisou.

    Assim, é altamente provável que a ação arranque apenas amanhã, sendo esperadas ondas na casa do metro e meio, com vento offshore fraco. Na quarta-feira o cenário parece idêntico, prevendo-se nova subida da ondulação na quinta-feira e sexta-feira, com ondas a superarem os 2 metros e o vento a manter-se offshore e moderado, o que assenta na perfeição em Haleiwa.

    Estão, assim, lançados os dados para uma semana que se prevê emocionante no Havai, com as últimas vagas em jogo para o World Tour 2023. Apesar de no lado masculino Frederico Morais e Vasco Ribeiro ainda terem uma ténue esperança de qualificação, as atenções centram-se na prova feminina, onde Teresa Bonvalot chega no quinto posto do ranking e dentro da bolha de qualificação, a um pequeno passo de fazer história no surf nacional. Caso mantenha a posição, a campeã nacional será a primeira surfista portuguesa a chegar à elite feminina do surf mundial.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram