Homepage

  • Afinal, Vasco Ribeiro vai competir em Haleiwa!?
    25 novembro 2022
    arrow
  • Depois de ter surgido no heat draw, o recordista de títulos nacionais Open revelou que já está no Havai através da rede social Instagram.
  • Ontem, a World Surf League (WSL) divulgou os heat draws do Haleiwa Challenger, a sétima e última etapa do circuito Challenger Series 2022, aquela que vai definir as últimas vagas de acesso ao Championship Tour (CT) do próximo ano.

    No que toca à representação portuguesa na poderosa direita havaiana, saltou à vista a inclusão de Vasco Ribeiro no heat draw da prova, embora tenha afirmado recentemente de forma pública que não tinha o objetivo de competir nas duas etapas que restavam da presente Challenger Series (Brasil e Havai). Isto depois de ter estado afastado da competição durante um período, na sequência de problemas de saúde mental, tendo voltado a vestir a licra na última etapa da Liga MEO Surf 2022, disputada no final de outubro em Peniche.

    As boas sensações evidenciadas na Capital da Onda, onde discutiu o título nacional numa histórica finalíssima com Guilherme Ribeiro, deverão ter levado Vasco a mudar de ideias, pelo que a aparição no Haleiwa Challenger deverá ser mesmo uma realidade, juntando-se a Frederico Morais como os representantes do surf português masculino neste campeonato tão importante.

    Através de uma story publicad na rede social Instagram, Vasco fez saber que já aterrou no Havai, dizendo que é "muito bom" estar de volta aquele local. A consumar-se a inclusão no Haleiwa Challenger, o recordista de títulos nacionais Open vai iniciar a participação no terceiro heat da ronda 2. Vasco já sabe que vai medir forças com o top mundial Seth Moniz e o brasileiro Alejo Muniz, faltando apenas saber o nome do terceiro oponente, que virá do vencedor do heat número 2 da ronda inaugural.

    Pese embora tenha falhado as últimas três etapas da Challenger Series 2022, não compete desde o Ballito Pro em julho, a verdade é que Vasco Ribeiro ainda chega ao Havai com esperanças, ainda que reduzidas, de obter a qualificação para o CT do ano que vem.

    Atualmente no 37º posto do ranking, o surfista da Praia da Poça terá obrigatoriamente de vencer em Haleiwa ao mesmo tempo que está dependente do resultado de terceiros. Situação que também sucede com Frederico Morais. 

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Outras Notícias Relacionadas