Homepage

  • O ano foi complicado para Ryan Callinan, mas o regresso ao CT é realidade: 'Sinto que estou a surfar muito bem'
    12 outubro 2022
    arrow
  • Em Ribeira d'Ilhas, o surfista australiano garantiu antecipadamente a requalificação para o CT do próximo ano.
  • No EDP Vissla Pro Ericeira, quinta etapa do circuito Challenger Series de 2022, houve três surfistas no setor masculino que garantiram desde já a qualificação para o Championship Tour (CT) do próximo ano, isto quando faltam disputar duas etapas para o fecho das contas.

    Um desses surfistas foi Ryan Callinan. Apuramento esse que ficou selado quando atingiu as meias-finais da prova portuguesa. "É bom estar de volta porque tive um ano complicado. É entusiasmante regressar ao circuito mundial e competir com os melhores surfistas do planeta", disse em conversa com o Beachcam o competidor de 30 anos.

    Durante todo o evento, Ryan mostrou-se bem conectado com as direitas de Ribeira d'Ilhas. De tal forma que conquistou meia dúzia de heats e avançou até à final, sendo apenas travado pelo imparável e colega de treinos Leo Fioravanti.

    Apesar do desaire, esta foi a segunda final perdida na Challenger Series 2022, o surfista australiano afirmou que é "sempre bom fazer alguns heats" e "chegar à final". Callinan diz sentir que tem vindo a "surfar muito bem, pelo que o resultado alcançado é um bónus".

    Por último, o local de Merewether Beach falou ainda um pouco sobre o polémico cut instituído este ano no CT, ele que foi um dos surfistas que não evitou ser cortado após Margaret River. "Quanto a isso, tenho uma posição neutra. Penso que tem coisas boas, mas também gosto de competir um ano inteiro no CT", afirmou. 

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Outras Notícias Relacionadas