Homepage

  • Taylor Jensen e Kelis Kaleopa’a triunfam no Mundial de longboard
    09 agosto 2022
    arrow
  • Português João Dantas terminou novamente no 17.º posto.
  • Taylor Jensen e Kelis Kaleopa’a foram os grandes vencedores da Vans Duct Tape Invitational, segunda e penúltima etapa do circuito Mundial de longboard, que terminou este domingo em Huntington Beach, na Califórnia, e que esteve integrado no US Open of Surfing.

    Num evento em que a ação aconteceu de forma emparelhada com a etapa das Challenger Series, foi o longboard quem saiu beneficiado em termos de audiência e com o espetáculo dado na água. Sobretudo pela armada havaiana, que dominou o evento, e que só falhou o triunfo na prova masculina, onde o veterano e antigo campeão mundial Taylor Jensen conseguiu contrariar essa lógica.

    Depois de em 2021 o lendário Joel Tudor ter vencido o título mundial, em 2022 é outro veterano a assumir as rédeas do circuito. O triunfo de Jensen, de 38 anos, que tem três títulos mundiais no currículo (2011, 2012 e 2017), colocou-o na liderança do ranking a par do australiano Harrison Roach, que tinha vencido a etapa de Sydney.

    Em Huntington Roach acabou por ser surpreendido logo nos oitavos-de-final pelo wildcard Tosh Tudor, filho de Joel Tudor, o que abriu caminho a Jensen para atacar o triunfo. Depois de bater o sul-africano e também ex-campeão mundial Steven Sawyer nos quartos-de-final, Jensen superou o compatriota Kaimana Takayama nas meias-finais.

    Na grande final, Taylor Jensen teve pela frente o havaiano Kaniela Stewart, mentando o domínio evidenciado até então. Com 13,84 pontos, contra 11,60 de Stewart, o norte-americano regressou aos triunfos na elite mundial do longboard, depois de o ter feito pela última vez em 2017, ano em que conquistou o último dos seus três títulos mundiais.

    Já do lado feminino o domínio havaiano foi total. Depois de nas meias-finais terem abatido as norte-americanas Kaitlin Mikkelsen e Rachael Tilly, Kelis Kaleopa’a e Honolua Blomfield avançaram para a grande final. Campeã mundial em título, Blomfield chegava lançada pelo triunfo em Sydney, mas, desta vez, foi Kaleopa’a a garantir o triunfo, com 12,97 pontos contra 11,47 da adversária, revalidando o título nesta mítica prova.

    Em prova esteve também o português João Dantas, que terminou no 17.º posto. Depois de em Sydney ter conseguido superar a ronda inaugural, sendo depois eliminado na ronda 3, o longboarder da Linha repetiu a performance em Huntington Beach, ao ser eliminado na ronda 3 pelo norte-americano Tony Silvagni e o japonês Taka Inoue. Dantas ocupa, agora, o 21.º posto do ranking mundial, numa altura em que falta disputar-se a etapa de Malibu, onde tudo se vai decidir em relação aos títulos mundiais da especialidade.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram