Homepage

  • Longboarders portugueses finalistas no Boardmasters
    12 agosto 2022
    arrow
  • Francesa Alice Lemoigne e espanhol Nicolás Andrade foram os campeões.
  • Portugal viveu uma jornada de sucesso no Boardmasters 2022. Se o triunfo de Yolanda Hopkins na prova feminina de shortboard foi motivo de festejos, destaque também para as finais alcançadas por portugueses na prova de longboard do mítico campeonato britânico, com o vice-título de Raquel Bento à cabeça.  

    Raquel Bento foi a única portuguesa presente na categoria feminina e deu nas vistas desde a primeira ronda. Depois de ter conseguido um triunfo na estreia, com 10,50 pontos, a longboarder portuguesa repetiu o triunfo nas meias-finais, com um score de 12,00, que deixou na segunda posição a favorita e experientíssima Alice Lemoigne, com vários anos de elite mundial.

    Contudo, a surfista francesa guardou a vingança para a final, que venceu com 15,94. Raquel Bento também acabou por ter uma grande prestação, premiada com 13,77 pontos e o vice-título em Newquay, terminando à frente da também gaulesa Maya Glasenapp (11,33) e da espanhola Carlota Jauregi (6,23).

    Na prova masculina o júnior Frederico Carrilho foi o representante português na final, depois de uma prova com forte adesão lusa e bons resultados para as cores nacionais. Carrilho foi o único português a começar na ronda inaugural e conseguiu superar quatro rondas até à final, enquanto João Dantas, António Dantas e Filipe Ferreira estrearam-se apenas na ronda 2.

    João Dantas surgia como o mais experiente dos portugueses, uma vez que está este ano a disputar o circuito mundial da categoria, mas acabou por ser o primeiro a cair, após ser eliminado nos quartos-de-final. Mais longe foi o irmão António Dantas e Filipe Ferreira, que só caíram nas meias-finais, ambos no 7.º posto final.

    Na final Frederico Carrilho teve pela frente um elenco de luxo, com destaque para dois dos maiores nomes da história do longboard europeu, o britânico Ben Skinner e o francês Edouard Delpero. Os 7,10 pontos de Carrilho só chegaram para o 4.º posto. Ainda assim, foi um resultado digno de registo do jovem longboarder português, que se estreou a nível internacional em provas da WSL.  

    Contudo, o triunfo acabou por fugir aos favoritos e ir parar às mãos do surpreendente jovem espanhol Nicolás Andrade, que somou 16,07 pontos e venceu o título em Newquay, naquele que foi o primeiro evento que fez na WSL.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Outras Notícias Relacionadas