Homepage

  • Ezekiel Lau, o primeiro havaiano a conquistar o US Open of Surfing desde 2005
    09 agosto 2022
    arrow
  • Lau dedicou o triunfo alcançado a todos os havaianos, com menção a particular a Sunny Garcia e a Andy Irons, o último ilhéu que havia conseguido conquistar o mítico campeonato norte-americano.
  • No US Open of Surfing versão 2022 foram os ilhéus havaianos a reinar no evento disputado no território continental norte-americano, mais concretamente na icónica Huntington Beach.

    Tudo por causa das performances superlativas de Ezekiel Lau e Bettylou Sakura Johnson, tops mundiais até há um punhado de meses atrás e que pela segunda vez nas respetivas carreiras venceram uma etapa da Challenger Series, a primeira neste ano de 2022.

    Se no setor feminino não havia festa havaiana em Huntington desde 2018, quando Tatiana Weston-Webb ainda competia debaixo dessa bandeira, no que toca aos homens a seca de triunfos já se prolongava há muito mais tempo.

    Desde 2005 que nenhum surfista havaiano saía vitorioso do US Open of Surfing. Foram 17 longos anos pautados por desilusões numa das mais emblemáticas praias do surf mundial.

    Até ao passado domingo, o último havaiano a conseguir vencer em Huntington Beach havia sido o saudoso Andy Irons. Tudo aconteceu no ano em que viria a perder a coroa mundial para o rival Kelly Slater. Aquela foi a segunda e última vitória de AI no grandioso US Open of Surfing, depois da estreia a vencer em 1998.

    Por todo este simbolismo, Zeke Lau não se esqueceu do malogrado tricampeão mundial na hora da vitória, uma figura que tanto representou para si. "Há alguns anos atrás, o Andy Irons venceu esta competição. Era o meu exemplo. Por isso, esta vitória é dedicada ao Andy, a Sunny Garcia e a todos os havaianos", afirmou o surfista de 28 anos.

    Lau não escondeu que sempre "quis vencer o US Open of Surfing" por tudo aquilo que este campeonato representa. No decisivo dia das finais, aquele extra de motivação foi buscar ao feito da conterrânea Bettlyou Sakura Jonhson, que minutos antes da final masculina também consagrou-se nas ondas de Huntington Beach, naquele que foi um super domingo para o Havai.

    "Quando vi a Bettylou a vencer a sua final, pensei: agora tudo depende de mim", disse um dos vencedores da antigo reality show 'Ultimate Surfer'.

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram