Homepage

  • Frederico Morais eliminado num arranque às escuras do US Open of Surfing
    30 julho 2022
    arrow
  • Número um do ranking já ficou pelo caminho, assim como dois dos representantes do CT em prova.
  • Frederico Morais sofreu, este sábado, uma eliminação inesperada na ronda inaugural do US Open of Surfing, quarta etapa do circuito Challenger Series, que arrancou hoje em Huntington Beach, na Califórnia. Foi a terceira derrota de primeira para Kikas na presente temporada neste circuito, o que deixa o surfista português sem margem de erro para as três etapas restantes, caso queira continuar na luta pelo regresso ao WCT.

    Num dia inaugural dedicado aos 16 primeiros heats da ronda inaugural masculina, houve vários cabeças de série que, tal como Frederico, sentiram algumas dificuldades, acabando eliminados. Destaque para o indonésio Rio Waida, atual número um do ranking, e para dois dos surfistas do CT presente neste histórico evento, o havaiano Barron Mamiya e o norte-americano Nat Young.

    Quem também sentiu dificuldades foram os fãs do surf mundial, uma vez que a prova não teve transmissão televisiva nem por webcast. Algo muito raro em campeonatos da WSL, sobretudo nos principais circuitos. E foi assim que Frederico saiu derrotado de um heat onde até começou bem, sendo eliminado já na reta final.

    Kikas abriu a contenda com uma nota de 5,10 pontos. Ainda lhe juntou outra de 4,23 pontos, mas o final da bateria acabou por ser amarga. Sobretudo porque o brasileiro Willian Cardoso conseguiu a melhor nota da bateria na última onda, passando diretamente para o 1.º posto, com o norte-americano Cole Houshmand a posicionar-se no 2.º posto. Pelo caminho, tal como Frederico Morais, ficou ainda o havaiano Josh Moniz.

    Desta forma, Portugal fica sem representantes na prova masculina, uma vez que Vasco Ribeiro foi baixa de última hora no evento californiano. Contas difíceis para Frederico Morais, que até vinha de um 5.º posto em Ballito. Com o cancelamento da etapa francesa, os surfistas passam a contar apenas com os quatro melhores resultados do ano. Havendo ainda três etapas pela frente, mas tendo já três eliminações de primeira, Frederico ficou sem margem de erro para as etapas que se seguem: Ericeira, em Portugal, Saquarema, no Brasil, e Haleiwa, no Havai.

    Destaque ainda pela positiva para as performances do japonês mais californiano do surf mundial Kanoa Igarashi, que conseguiu o melhor score do dia, com 14,10 pontos, do neozelandês Te Kehukehu Butler, dos norte-americanos Jake Marshall e Levi Slawson, do brasileiro Alejo Muniz e do mexicano Alan Cleland.  

    A representação nacional fica agora entregue a Teresa Bonvalot, atual número 4 do ranking feminino, Kika Veselko, Yolanda Hopkins e Mafalda Lopes. Um quarteto que procura dar sequência aos grandes resultados obtidos recentemente pelo surf feminino nacional.

     

    Kika deverá ser a única a estrear-se este domingo, uma vez que o programa prevê a conclusão dos restantes heats da ronda inaugural masculina e a realização de apenas oito heats da ronda inaugural feminina. Dessa forma, na segunda-feira será a vez de Teresa, Yolanda e Mafalda entrarem em cena.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram