Homepage

  • Portugueses já conhecem adversários nas Challenger Series de Sydney
    16 maio 2022
    arrow
  • Segunda de oito etapas do Circuito de qualificação para o CT arranca já esta terça-feira.
  • Após o 9.º posto obtido por Vasco Ribeiro e Yolanda Hopkins em Snapper Rocks, na Gold Coast australiana, na etapa inaugural das Challenger Series 2022, a armada lusa segue, agora, viagem para Sydney, onde os seis surfistas portugueses em prova já ficaram a conhecer os adversários que terão pela frente na estreia.

    A praia de Manly Beach recebe a segunda de oito etapas deste circuito que dá acesso ao CT 2023 e a ação deve arrancar já esta terça-feira. Do lado masculino, Frederico Morais será o primeiro a entrar em cena, estando no heat 4, onde tem a companhia do havaiano Makai Burdine, do australiano e ex-top mundial Julian Wilson e ainda de Josh Burke, de Barbados.

    Vasco Ribeiro não vai demorar muito mais tempo a estrear-se, pois surge logo no heat seguinte. Algo que faz com que possam competir numa hora mais acessível para os fãs portugueses. Vasco divide o heat 5 com o australiano Owen Wright, medalhado olímpico em Tóquio e um dos grandes nomes a sair do CT no recente cut de meio da temporada. O havaiano Ian Gentil e o francês Charly Quivront são os outros adversários.

    Já do lado feminino o draw colocou frente a frente duas portuguesas na mesma bateria. Teresa Bonvalot e Yolanda Hopkins estão juntas no heat 6, onde também estão a indonésia Kailani Johnson e a brasileira Anne dos Santos. Uma bateria que abre boas perspetivas para a passagem das duas portuguesas à fase seguinte.

    Depois, Mafalda Lopes vai estar no heat 10, onde tem a companhia de duas australianas, ambas antigas competidoras do CT, Keely Andrew e Dimity Stoyle. A porto-riquenha Havanna Cabrero será a outra adversária. Por fim, a campeã nacional Kika Veselko ficou inserida no heat 12, onde terá pela frente a número 1 norte-americana Alyssa Spencer, mas também a australiana Holly Williams e a também norte-americana Autumn Hays.

    Destaque ainda para o facto de esta etapa apenas contar com a presença de dois surfistas do CT, ambos na prova masculina. Depois de muitos terem competido na Gold Coast, desta vez apenas o brasileiro Samuel Pupo e o australiano Callum Robson, vencedor em Snappers, vão estar presentes em Sydney. Algo que ajuda a equilibrar a verdade desportiva deste processo de qualificação e que obrigou a WSL a chamar inúmeros suplentes de várias partes do Mundo para competirem em Sydney.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Outras Notícias Relacionadas