Homepage

  • Chelsea Tuach e Michael Dunphy vencem em Soup Bowl
    04 abril 2022
    arrow
  • Caitlin Simmers deu show na prova júnior, com prestação quase perfeita.
  • Soup Bowl a famosa onda situado em Barbados recebeu durante a última semana um verdadeiro festival de surf, com duas provas do WQS e também do Pro Júnior da América do Norte. Com a ex-top mundial Chelsea Tuach a vencer em casa e Michael Dunphy a levar a melhor na prova masculina, este evento foi decisivo para fechar as contas da qualificação norte-americana para as Challenger Series 2022 e coroar ainda os campeões regionais do QS.

    O evento contou com ondas de qualidade e um nível altíssimo de surf, além de muita emoção e drama até ao último segundo. Do masculino, Dunphy, um experiente surfista do QS, começou o dia final a vencer o jovem Levi Slawson, batendo depois o mexicano Alan Cleland nas meias-finais. Na grande final superou Cole Houshmand por apenas 0,04 pontos, com 15,04 contra 15 do adversário.

    Este foi o quinto triunfo de Michael Dunphy, de 31 anos, no WQS e o segundo obtido de forma consecutiva, depois de ter vencido no mês passado o QS1000 de Cocoa Beach. Além disso, a prestação em Soup Bowl ainda lhe rendeu o título masculino do QS norte-americano, juntando-se à imparável Alyssa Spencer, que já tinha vencido o feminino.

    A Dunphy, entre os nove surfistas que garantiram as vagas para as Challenger Series, juntam-se mais sete norte-americanos – Kei Kobayashi, Evan Geiselman, Nolan Rapoza, Cole Houshmand, Levi Slawson, Kade Matson e Cam Richards - e apenas um mexicano, o júnior Alan Cleland. Além destes nove qualificado, ainda sobra um wildcard a definir.

    Na prova feminina foi a experiência local a fazer a diferença. Tuach bateu nos quartos-de-final a norte-americana Kirra Pinkerton, vencendo nas meias-finais a porto-riquenha Havanna Cabrero. Na grande final superou a jovem sensação norte-americana Sawyer Lindblad, com 15 pontos contra apenas 9,60. Aos 26 anos, Chelsea Tuach também carimbou a quinta vitória da carreira no QS, além de garantir uma vaga nas Challenger Series 2022, onde vai tentar regressar à elite mundial, de onde saiu em 2016.

    Desta forma, as sete surfistas qualificadas para as Challenger Series que arrancam em maio são Alyssa Spencer, Caitlin Simmers, Chelsea Tuach, Sawyer Lindblad, Leilani McGonagle, Zoe Benedetto e Kirra Pinkerto, ficando ainda por definir um wildcard – algo nos diz que será para a “Ultimate Surfer” Tia Blanco, que ficou no 10.º posto do ranking…  

    Por fim, destaque para as provas do Pro Júnior, onde a pequena Caitlin Simmers, de apenas 16 anos, deu show para levar de vencida a prova feminina. Depois de ter conseguido um incrível score de 19,17 pontos, com uma nota 10 pelo meio, Simmers bateu a costarriquenha Rubiana Brownell e as compatriotas Sawyer Lindblad e Kirra Pinkerton. Já na prova masculina o triunfo foi do mexicano Alan Cleland, que na final bateu o panamiano Tao Rodriguez e os norte-americanos Owen Moss e Taro Watanabe.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Outras Notícias Relacionadas