Homepage

  • A história da estreia de António Laureano no Nazaré Tow Surfing Challenge que ficou a meio caminho
    12 fevereiro 2022
    arrow
  • A primeira aparição do big rider de 19 anos ficou muito longe do idealizado pelo próprio no momento em que deixou o seu armazém no Porto de Abrigo da Nazaré e rumou à Praia do Norte.
  • Na edição de 2021/2022 do Nazaré Tow Surfing Challenge, quatro big riders portugueses constavam entre os 18 surfistas selecionados para competir na terceira edição do prestigiante campeonato nazareno de tow-in.

    Foram eles António Silva, João de Macedo, Nic von Rupp e o jovem António Laureano. Este último, tinha aqui aos 19 anos a muito aguardada estreia em provas de ondas grandes da World Surf League (WSL). E logo na onda da qual é local. Apesar da tenra idade, ali já passou horas e horas a fio. Seja em tow-in ou na remada, a especialidade de que mais gosta. Este era o momento de Laureano. Havia chegado a hora de brilhar no grande palco.

    Tony, como também é conhecido, fazia equipa com a francesa Justine Dupont, curiosamente a big rider que Laureano ajudou no rádio em 2020, aquando da primeira edição deste campeonato. Então, ainda nem 18 anos tinha completo.

    Agora, em 2022, esta estreia esteve longe de correr conforme o jovem big rider luso tinha idealizado e bem se pode dizer que foi uma estreia que não foi totalmente completa, tendo ficado a meio caminho.

    Isto porque António não surfou nenhuma onda no evento. Apenas esteve aos comandos do jet ski. Nos primeiros instantes do heat inaugural da prova, António Laureano rebocou Justine Dupont para uma das primeiras bombas do dia. Só que na descida vertiginosa, a big rider gaulesa caiu e fraturou o pé esquerdo, tendo inclusive necessitado de uma passagem por uma unidade hospitalar. Em todos estes anos de aventuras pelo gigante mar da Praia do Norte, esta foi a primeira vez que Justine saiu lesionada da arena. 

    Terminava assim abruptamente a prova da gaulesa e de António Laureano, uma vez que o livro de regras da WSL diz que se um dos big riders da equipa não estiver disponível, o outro elemento não está autorizado a competir. Assim foi. A mesma regra aplicou-se à dupla João de Macedo e António Silva, por lesão deste último

    "As expectativas eram altas, mas a minha estreia no campeonato não correu da melhor maneira. Tudo aconteceu numa daquelas direitas do primeiro pico. Quando rebentam vão com muita força e tudo acontece muito rápido. Se bem percebi, estavam umas motos de água à frente e a Justine teve de mudar a linha. Caiu, foi agarrada pela espuma e o pé ficou preso nos straps da prancha. Imediatamente, a minha preocupação foi garantir que a Justine estava bem. Foi direta para o Porto de Abrigo", contou António Laureano ao MEO Beachcam. 

    "De seguida, percebi que não ia surfar nenhuma onda. Não havia muito mais a fazer e vim para o Porto de Abrigo tentar ajudar a Justine. Entretanto, a ambulância chegou. Arrumei as motos de água, as pranchas e tinha idealizado ir até ao hospital, mas disseram-me que não valia a pena. Estava um caos. Foi assim a história desta estreia, que não correu como esperava", concluiu o big rider de 19 anos.

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram