Homepage

  • Tempestade a caminho de Haleiwa promete boas condições
    02 dezembro 2021
    arrow
  • Previsões podem favorecer os surfistas portugueses, que rimam com ondas power!
  • Esta quarta-feira o mar não colaborou e a organização do Haleiwa Challenger, quarta e última etapa do novo circuito Challenger Series, decretou um novo lay day, o segundo consecutivo no North Shore de Oahu. Contudo, não há caso para fazer soar o alarme, uma vez que se está a aproximar uma tempestade. E, como bem dizia o ditado, depois da tempestade vem a bonança.

    A chegada de uma tempestade ao Havai no fim-de-semana vai fazer o mar crescer muito, levando à criação e ondas até 4 metros, o que deverá tornar o surf impraticável em alguns pontos. Contudo, o início da próxima semana promete ter condições incríveis em Haleiwa, para os dias finais desta etapa que decide as últimas vagas para o CT de 2022.

    Com três portugueses ainda em prova e todos na luta pelo sonho da qualificação esta poderá ser uma notícia animadora, uma vez que mar grande é sinónimo de boa prestação lusa. Com o power surf a ser marca registada de Vasco Ribeiro e Yolanda Hopkins e com Teresa Bonvalot também muito à vontade neste tipo de condições, as fichas parecem estar alinhadas para os portugueses. Não é à toa que Yolanda já deu as boas-vindas à tempestade nas redes sociais.

    Para esta quinta-feira o mar já começa a subir um pouco e pode oferecer ondas na casa do metro. Condições que podem muito bem ser suficientes para colocar a ação novamente na água. Algo que já não acontece desde segunda-feira. Resta perceber se a organização terá pressa em avançar rondas ou se preferirá espera pelo final do período de espera, que vai até 7 de Dezembro, terça-feira.

    Na sexta-feira já se começam a fazer sentir os efeitos da tempestade, com o mar a crescer bastante ao longo do dia. No sábado será o pico da tempestade e no domingo o vento já começa a alinhar, embora as ondas ainda devam rondas os 3 metros. Até domingo, resta perceber como o mar se vai comportar. Segunda e terça o vento continua a colaborar e o mar vai começando a descer até aos 2 metros, o que significa condições boas para a prova terminar.

    Com muita coisa em jogo em Haleiwa, tudo parece estar a alinhar-se para que a definição das vagas para o CT 2022 seja feita em condições dignas de elite mundial. E se o cenário das previsões poderá favorecer os surfistas havaianos, não é menos verdade que também poderá inclinar a balança a favor dos portugueses.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram