Homepage

  • Mais uma! John John Florence vence em Pipe após final em família
    19 dezembro 2021
    arrow
  • John John e Ivan competiram juntos em quatro heats e a fórmula resultou até à final, sempre com notas excelentes à mistura!
  • Pipeline esteve de gala para o dia das finais do HIC Pipe Pro e as estrelas havaianas não desiludiram. Sobretudo, a família Florence. John John Florence acabou por ser o campeão deste QS1000, sem grande surpresa e com várias notas excelentes pelo meio. Contudo, desta vez, houve outro Florence também a brilhar, o que fez com que houvesse uma final em família no “quintal” de Pipeline, onde ambos cresceram e continuam a viver.

    Apesar de este ter sido um evento de estatuto mínimo do circuito regional havaiano, a verdade é que as ondas foram de nível CT. Algo suficiente para atrair a presença de vários atuais e futuros surfistas da elite mundial, com destaque para o príncipe do North Shore. John John aproveitou para preparar a estreia no CT 2022, que acontece no final de janeiro precisamente em Pipe, mas, pelo meio, bateu recordes e mostrou que está novamente em grande forma.

    Este foi um sábado especial para John John e para a sua família. Isto porque o bicampeão mundial venceu mais uma prova desde que regressou recentemente à competição, depois de já o ter feito em Haleiwa. Prova de que o joelho já está a 100 por cento. Esta é ainda a terceira prova consecutiva que vence no Havai, depois de também ter conquistado o Pipe Masters de 2021. Além disso, John John alcançou o décimo triunfo em pleno North Shore de Oahu, superando o registo do imortal Andy Irons e tornando-se no surfista com mais vitórias na meca do surf mundial.

    Mas foi também um dia especial, porque o irmão Ivan, o menos mediático do mais famoso trio local, conseguiu apanhar “boleia” de John John desde as primeiras rondas até à final. Autor do único 10 da competição, numa verdadeira bomba para Pipe, Ivan esteve na água com John John em quatro baterias, incluindo a final. Passaram praticamente sempre juntos, até que na decisão foi cada um por si, com John John a ser campeão e com Ivan a terminar em 3.º. Enquanto isso, Nathan, o outro irmão, que perdeu na ronda 2, filmou tudo em direto para o seu canal de Youtube e também lucrou com a situação.

    Depois de Nathan e Ivan terem superado a ronda inaugural, só no segundo dia de prova é que John John se juntou ao espetáculo. E provou logo ao que ia, numa bateria em que somou 15,83 pontos, deixando Ivan no segundo posto, com um total de 8,86 pontos, graças a uma onda de 8,13. Na ronda 3 John John decidiu elevar a fasquia, somando 18,83 pontos, com um 9,83 e um 9, descartando ainda uma onda de 8,17 pelo meio. Curiosamente, esta foi a única bateria em todo o campeonato em que John não teve a companhia de Ivan, que tinha vencido o heat anterior a este.

    Nos quartos-de-final, já em pleno dia de decisões, os Florence voltaram a cruzar-se sem mais se separarem. Depois de Kalani David ter aberto a festa com um score de 17,53 pontos, no segundo heat da ronda John John carimbou o triunfo com 16,74 pontos e uma nota de 9,57 pelo meio. Contudo, quem mais brilhou foi Ivan, com a tal nota 10, que lhe valeu o total de 15,10 pontos e o 2.º posto da bateria, com os futuros tops mundiais Zeke Lau e Imaikalani Devault a ficarem pelo caminho.

    Enquanto do outro lado do draw era a nova geração havaiana que iam dando nas vistas, os Florence tomaram de assalto a ação. Nas meias-finais John somou mais um triunfo, com 16,20 pontos, enquanto Ivan beneficiou novamente de uma onda de 8,83 pontos, para passar com somente 10,60 pontos, enquanto Eli Hanneman e Kalani David diziam adeus ao evento.

    Foi com a emoção já ao rubro que Barron Mamiya e Kainehe Hunt se juntaram à epopeia da família Florence para a grande final deste novo HIC Pipe Pro, que vem tomar o lugar do QS3000 de Sunset e do antigo Volcom Pipe Pro. Com o equilíbrio a reinar, coube a John John tirar uma carta da manga na sua última onda. Uma onda de 9,67 pontos que lhe garantiu a vitória, com 16,07 pontos.

    Mamiya foi vice-campeão, com 13,87 pontos. Ivan Florence conseguiu a segunda melhor onda com 8 pontos, mas a tática de colocar apenas uma onda forte com um backup baixo, desta vez só rendeu o 3.º posto, com um score de 11 pontos. Por fim, no 4.º posto ficou Hunt, com 5,16 pontos, sendo o único dos finalistas que andou longe de disputar verdadeiramente o triunfo neste incrível campeonato onde as imagens falam por si.

    “Foi, provavelmente, dos dias mais divertidos em Pipeline em muito tempo”, exclamou John John Florence, após o triunfo. “Estar lá fora sozinho com o meu irmão, a competir contra ele, foi muito divertido e entusiasmante. Adorei. Fazê-lo ao longo de vários heats foi surreal. Surfar Pipe com pouca gente perto de ti é inacreditável. É a melhor coisa que podes fazer na vida”, frisou John John, após uma exibição que o coloca já como grande favorito ao triunfo na primeira etapa do CT 2022. E talvez o lance como candidato a um terceiro título mundial…

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram