Homepage

  • Vasco Ribeiro eliminado em dia de mais cinco confirmações no CT 2022
    05 dezembro 2021
    arrow
  • Vasco perdeu no último heat de um dia marcado por ondas pesadas.
  • Terminou o sonho de Vasco Ribeiro chegar ao CT 2022. Pelo menos por este ano. O campeão nacional foi eliminado na ronda 3 do Haleiwa Challenger e viu-se arredado nas contas da qualificação para a elite mundial do próximo ano. A depender apenas de si próprio para se qualificar, mas a precisar de um grande resultado na prova havaiana, Vasco cedeu na última bateria do dia frente a dois surfistas do CT.

    Realisticamente a “apenas” três heats de carimbar o passaporte para o circuito mundial de 2022, Vasco acabou por cair na primeira das finais que tinha pela frente nestes últimos dias de prova em Haleiwa. Isto numa altura que era um dos surfistas de fora do cut que estavam melhor posicionados para atacar uma das vagas em aberto. Só que o sonho português terminou num dia marcado por mar grande e ondas pesadas.

    Na bateria 8 o surfista do Estoril teve pela frente três surfistas do CT, dois deles qualificados para 2022 pelo ranking do próprio CT, Deivid Silva e Kanoa Igarashi, e sem qualquer necessidade competitiva de estar nestas provas, e outro, o australiano Connor O’Leary, que já tinha garantido a requalificação via Challenger Series, após passar o primeiro heat em Haleiwa. A Vasco acabou por faltar uma boa onda para contrariar a experiência dos adversários.

    Foi já na segunda metade da bateria que tudo se decidiu, com O’Leary a mostrar-se explosiva e a conseguir um score de 14,67 pontos. Na disputa pela segunda posição o atual líder do ranking das Challenger Series, Kanoa Igarashi, conseguiu levar a melhor, com 11,37 pontos, desfazendo mais um sonho, neste caso o de Vasco Ribeiro, que ficou com 9,20 pontos. No último posto ficou o brasileiro Deivid Silva, com 8,56 pontos.

    Um desfecho que faz com que já não haja qualquer hipótese de Vasco Ribeiro chegar ao CT em 2022, deixando agora as ambições nacionais entregues às prestações de Yolanda Hopkins e Teresa Bonvalot. Ambas chegaram praticamente na mesma situação de Vasco a Haleiwa. Apesar de melhor posicionadas no ranking – 20.ª e 23.ª respetivamente -, o facto de apenas restarem três vagas em disputa do lado feminino faz com que o requisito seja algo como chegar à final, ficando ainda dependentes dos resultados de terceiras.

    Num dia de ondas desafiantes foram os surfistas da casa a dar espetáculo, com John John Florence a dar novamente show, mas com Zeke Lau também a mostrar-se em grande forma a e responder à crítica. Os jovens Jake Marshall e Liam O’Brien foram outras das boas prestações desta jornada de apenas oito baterias. Poucos, mas decisivos heats, pois no final do dia mais cinco surfistas acabaram por carimbar a chegada ao CT 2022.

    Apesar de já não estarem em prova, o norte-americano Nat Young, o havaiano Imaikalani Devault e o peruano Lucca Mesinas garantiram a qualificação, em virtude das eliminações de terceiros. No caso de Young é um regresso ao CT, enquanto Devault e Mesinas, o primeiro surfista latino a chegar ao Tour, vão ser rookies no próximo ano. O australiano Liam O’Brien também será rookie em 2022, assim como o compatriota Callum Robson. Estes cinco nomes juntam-se a Zeke Lau, Connor O’Leary e Jake Marshall, que já estavam carimbados. Com a brigada norte-americana e a australiana a garantirem uma espécie de regeneração na elite mundial para o próximo ano, sobram, assim, quatro vagas em disputa para os dias finais.

    Neste momento, o brasileiro Samuel Pupo, que ainda está em prova, parece ser o surfista mais bem colocado para garantir a próxima vaga. O australiano Jacob Willcox também está bem posicionado nesta luta, com o neozelandês Billy Stairmand, o havaiano Ian Gentil e o australiano Kalani Ball a correrem por fora e a necessitarem de um grande resultado para sonhar. Enquanto isso, o brasileiro João Chianca, o costarriquenho Carlos Muñoz e o australiano Jordan Lawler torcem por fora, uma vez que estão todos eliminados e a depender dos resultados dos surfistas ainda em prova.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram