Homepage

  • Em mais uma vida, Raoni Monteiro brilha em Florianópolis
    11 novembro 2021
    arrow
  • Márcio Farney e Marco Polo foram os outros surfistas "vintage" que estiveram em destaque no arranque deste Layback Pro.
  • São já 39 anos e uma história de altos e baixos ao longo do tempo. Foi uma das maiores promessas do surf brasileiro na viragem do século, chegando a ser apontado como a resposta à grande esperança australiana Mick Fanning. O trajeto nem sempre foi fácil, embora tenha chegado ao circuito mundial. De lá saiu devido a uma polémica suspensão por doping. Reinventou-se uma primeira vez e, agora, nem a pandemia lhe tirou o ritmo. Raoni Monteiro foi um dos grandes destaques do dia 1 do Layback Pro, em Floripa, mostrando que continua aí para as curvas em mais uma “vida” no WQS.

     A etapa brasileira arrancou com grande espectativas, pois além do futuro do surf nacional também vai colocar na água alguns dos grandes nomes do CT, como Yago Dora, Jadson Andre ou Adriano de Souza, que se está a retirar. Pelo meio, muitos nomes outrora famosas, alguns até já esquecidos, numa prova que conta com bem mais de 100 surfistas em ação. Com um primeiro dia de prova dedicado às duas primeiras rondas masculinas, assistiu-se a um verdadeiro desfile de talento e experiência, com Raoni a liderar o pelotão, graças a duas performances bem conseguidas.

    Na estreia, o surfista de Saquarema, que esteve no CT de 2004 e 2007, regressando depois de 2011 até 2014, mostrando sempre uma enorme capacidade de se reinventar, Raoni somou 12,36 pontos, acabando por ver Thiago Guimarães vencer a bateria, mas seguindo em frente com margem folgada. Já na ronda 2, elevou um pouco a fasquia e venceu o heat 8, com um score de 12,83, deixando a concorrência composta por Hedieferson Junior (2.º), Ian Casal (3.º) e Thiago Eduardo (4.º) a longa distância.

    Agora, na ronda 3 o antigo top mundial vai cruzar-se com Flavio Nakagima, Deyvson Santos e ainda Thiago Guimarães, sendo que os dois primeiros do heat avançam para a ronda 4, onde já estão os top seeds. Aí, caso lá chegue, Raoni até se pode cruzar com o top Yago Dora e mostrar se o seu surf ainda está ao nível dos anos em que andou pela elite mundial do surf, sempre com polémica à mistura, mas também com muita apetência para desafiar os melhores.

    Esta não é a primeira vez que Raoni parece querer renascer das cinzas. Depois da suspensão que foi alvo, o surfista carioca esteve sem competir entre 2014 e 2017 e na temporada que regressou ao WQS conseguiu mesmo um triunfo em Cloud 9, nas Filipinas, entrando com força no top 100 mundial. Ainda se especulou com nova qualificação para o CT, mas a partir desse triunfo tudo veio por água abaixo, terminando o sonho numa temporada havaiano medíocre. Voltou a competir em 2018, mas desde então que não entrava num QS, com a pandemia a ajudar pelo meio. Regressa agora, qual gato, para aquela que mais parece ser a sua sétima vida.

    Além de Raoni Monteiro, outros nomes mais experientes deram nas vistas neste dia inaugural na Praia Mole. Messias Felix, antigo vencedor do QS nos Açores, foi outro dos que esteve em grande plano ao avançar duas rondas. Outro nome em bom plano foi Marco Polo, com um triunfo na ronda 2. Antigo competidor do CT, passou por lá na primeira metade de 2010, antes de ser varrido pelo cut de meio da temporada. Desde 2012 que não competia no QS. Por fim, outro surfista que também não competia a este nível é Márcio Farney. E também ele venceu o heat da ronda 2.

    Entretanto, a prova brasileira regressa esta quinta-feira à água com a prova feminina a estrear-se. E na primeira ronda vai estar em ação a jovem Sky Brown. Será a primeira prova da skater olímpica, de apenas 13 anos, na WSL e há muitas expectativas em torno da sua performance.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram