Homepage

  • Kelly Slater já foi muito feliz no North Shore, mas nunca venceu em Haleiwa
    26 novembro 2021
    arrow
  • Habituado a vencer campeonatos de surf nas melhoras ondas do planeta, bem nunca gritou vitória em Supertubos, a verdade é que há outras latitudes onde KS não sabe o que é vencer.
  • Das quatro etapas que fazem parte do circuito Challenger Series de 2021, o Haleiwa Challenger é aquela que reúne o maior número de nomes sonantes do surf mundial, seja no setor masculino ou entre as senhoras, que desta vez também vão competir ali. 

    Uma situação fácil de entender, pois o campeonato realiza-se em plena época de altas ondas no emblemático North Shore da ilha havaiana de Oahu, o que seduz os tops mundiais a fazer uma incursão nesta onda de alta performance e que tanta tradição tem.

    Entre o luxuoso grupo de atletas que a partir de hoje mede forças em Haleiwa, destaca-se naturalmente a presença do GOAT, Kelly Slater. O lendário surfista norte-americano não quer perder esta oportunidade de competir no North Shore, ainda por cima quando o CT de Pipeline está apenas agendado para o final de janeiro do ano que vem. Faltam dois meses até lá!

    Habituado a vencer campeonatos de surf nas melhoras ondas do planeta, bem nunca gritou vitória em Supertubos, a verdade é que há outras latitudes onde KS já competiu diversas vezes e no qual também nunca saiu com o prémio mais gordo. 

    Um desses bizarros casos é Haleiwa e já agora acrescente-se um outro surf spot de prestígio que fica ali perto, Sunset Beach. Uma situação que ajuda a explicar o facto desta grandiosa figura ter apenas conquistado por três vezes a mítica Triple Crown havaiana (1995, 1998 e 2019).

    Também diga-se em defesa do veterano surfista de 49 anos que a presença no antigo Hawaiian Pro esteve longe de ser assídua. Desde 2009, de acordo com os registos da World Surf League, Kelly Slater só apareceu por aquelas bandas por três vezes. (2012, 2016 e 2019). Por sua vez, na meca do surf mundial, Slater é o rei da arena, tendo já sido coroado Pipe Master por sete ocasiões. 

    Nos últimos anos, o melhor resultado de Kelly em Haleiwa foi obtido há dois anos. Alcançou o sétimo lugar, sendo arredado do evento nas meias-finais, num heat que foi conquistado por Frederico Morais, que veio a sair vencedor desse campeonato.

    O rol de insucessos de Kelly Slater nesta prova contrasta com os registos de outros surfistas icónicos. Mark Richards, Tom Curren, o malogrado Andy Irons, Joel Parkinson e John John Florence, todos eles conseguiram uma ou mais vitórias neste evento clássico.

    Não deixa de ser curioso que numa lista onde o Havai detém o recorde de vitórias (15) contra 12 da Austrália, que Sunny Garcia seja o surfista mais vitorioso nesta latitude. Por quatro vezes saiu vencedor desta prova e é mesmo o único atleta que venceu em Haleiwa em dois séculos diferentes. A primeira vitória foi alcançada em 1993 e o último triunfo aconteceu 11 anos depois, em 2004. Pelo meio, Sunny também agarrou o primeiro lugar nos anos de 2000 e 2002.

    Quanto ao 11 vezes campeão do mundo quem sabe se esta falta na 'bucket list' não funciona como um plus motivacional na abordagem a este campeonato maldito para o seu lado. É verdade que o Rei já não compete há muito, desde o fim da temporada regular do CT em agosto, mas se há coisa nos habituou ao longo da sua eterna trajetória desportiva é a tirar coelhos da cartola quando menos se espera...

     

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Outras Notícias Relacionadas