Homepage

  • Nova geração brasileira surpreende favoritos no QS de Florianópolis
    15 novembro 2021
    arrow
  • Motta e Raupp ficaram lançados para marcar presença nas Challenger Series de 2022.
  • Foi uma semana de muito e bom surf na Praia Mole, em Florianópolis, no regresso do circuito QS ao Brasil. Com muitos nomes sonantes na água, incluindo alguns tops do CT, o triunfo final acabou por sorrir a dois membros da nova geração do surf brasileiro. Eduardo Motta e Laura Raupp surpreenderam os favoritos e conquistaram o primeiro grande triunfo da carreira, num evento que contou com alguns tubos pelo meio.

    No QS3000 masculino as surpresas foram acontecendo desde bem cedo. O antigo campeão mundial Adriano de Souza, que está a despedir-se do mundo competitivo, caiu logo de primeira, ainda na ronda 4. Nessa mesma ronda também foram surpreendidos o ex-top mundial Wiggolly Dantas e a sensação das Challenger Series Edgard Groggia.

    As surpresas continuaram na ronda seguinte, com os ex-tops Caio Ibelli, Ian Gouveia, Alejo Muniz e Jesse Mendes e ainda com o atual top mundial Jadson Andre a ficarem todos pelo caminho, enquanto a nova geração e alguns nomes mais veteranos, como Raoni Monteiro, continuavam a dar nas vistas.

    Yago Dora foi mesmo o último top mundial a aguentar-se em prova, seguindo para as baterias man-om-man, depois de Miguel Pupo ter sido eliminado na ronda 6. Apesar de ter todo o favoritismo do seu lado, Dora acabou por perder para Eduardo Motta nas meias-finais. O jovem brasileiro, que já vinha de um triunfo frente a Raoni Monteiro nos quartos-de-final, mostrava que não estava para brincadeiras.

    Na outra meia-final a oferecer um embate entre ex-tops do CT, onde Michael Rodrigues levou a melhor frente a Willian Cardoso. Rodrigues foi assim o adversário de Motta na grande final, onde o mais jovem entrou forte e na liderança. Até final nada mudou e Eduardo Motta acabou por se sagrar campeão desta etapa, com 11,74 contra 10,50, ficando bem lançado para marcar presença nas Challenger Series de 2022.

    Do lado feminino, a história foi idêntica. A grande favorita era a ex-top mundial Silvana Lima, que foi eliminada de primeira. A partir daí a juventude tomou as rédeas do jogo. Nos quartos-de-final, onde bateu a compatriota Isabelle Nalu, a jovem brasileira Laura Raupp, de apenas 15 anos, começou a dar nas vistas e nunca mais parou até ao triunfo. Nas meias-finais venceu a peruana Arena Rodriguez Vargas e na final somou 11,20 pontos para bater a experiente peruana Melanie Giunta, que se ficou pelos 10,74 pontos.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Outras Notícias Relacionadas