Homepage

  • Pipeline recebe etapa em dezembro a contar para o WQS
    09 julho 2021
    arrow
  • Evento mantém as datas originais da antiga etapa final do WCT.
  • A reformulação recente dos calendários competitivos levada a cabo pela WSL alterou algumas das rotinas mais tradicionais do surf mundial, como a temporada do CT terminar em Pipeline. A partir desta temporada, e ao contrário das últimas dezenas de anos, o circuito mundial de surf arranca no Havai e a partir do próximo ano esse arranque vai acontecer em Janeiro.

    Contudo, a WSL não perdeu as datas antigas do Pipe Masters, no início de dezembro, projetando para esse período um QS1000 da temporada regional havaiana. Algo que poderá salvaguardar essa data para possíveis retrocessos futuros do calendário.

    Apesar de ainda estar como “tentativa”, o Pipe Pro tem data marcada para de 8 a 20 de dezembro. Um mês depois deverá arrancar a temporada do CT 2022, também em Pipe. Ação em dose dupla na meca do surf mundial.

    Apesar de ser um evento apenas de cariz regional e destinado aos melhores surfistas locais, outros surfistas também poderão entrar em prova, ainda que os pontos daí conquistados não contem na região de origem.

    Tal como Pipe, também Sunset está nesta situação. A mítica praia do North Shore de Oahu saiu das Challenger Series, mas vai ter um QS1000 entre outubro e novembro, além da segunda paragem da CT 2022, já em fevereiro do próximo ano.

    Tudo isto deverá originar mudanças na Triple Crown, que deverá passar a contar com os resultados de Haleiwa (Challenger Series), Pipeline (CT) e Sunset (CT), embora seja algo que ainda carece de confirmação.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Outras Notícias Relacionadas