Homepage

  • Isabella Nichols e o batismo de fogo no WWT por Carissa Moore
    16 junho 2021
    arrow
  • 'Encarei os confrontos com a Carissa como a melhor curva de aprendizagem que poderia ter tido', afirmou a campeã mundial júnior em 2015.
  • Se no setor masculino do Mundial de Surf é o novato Morgan Cibilic que tem dado muito nas vistas, entre as senhoras há também alguém originário da Austrália e estreante nestas lides que está a despontar.

    Trata-se de Isabella Nichols. Com 23 anos, Isabella ocupa por estas horas um surpreendente oitavo lugar do ranking mundial, numa fase em que estão realizadas cinco etapas da época de 2021, quatro delas na sua querida Austrália. 

    "Para ser honesta foram dois meses de loucos. Os altos e baixos são dez vezes maiores em comparação com aquilo que vivia no circuito WQS, mas todos já me tinham alertado para isso", disse em entrevista concedida ao site da World Surf League (WSL).

    E neste seu tirocínio na divisão maior do surf mundial, Nichols atingiu a sua primeira final no Women's World Tour (WWT) logo na segunda etapa do ano (Newcastle), uma final que perdeu para a tetracampeã mundial de surf Carissa Moore.

    Precisamente o nome que já derrotou por três ocasiões Isabella Nichols nesta sua aventura mundialista. Um registo semelhante aquele que o compatriota Morgan Cibilic tem vivido no World Championship Tour (WCT), onde já foi afastado de prova por Gabriel Medina em quatro ocasiões.

    "Encarei os confrontos diante da Carissa como a melhor curva de aprendizagem que poderia ter tido. Tive a oportunidade de surfar com alguém que é incrível e muito consistente", sublinhou a surfista proveniente do estado de Queensland. 

    Quanto aos objetivos para o que falta percorrer nesta época, a campeã mundial júnior da WSL em 2015 mostra ter as ideias bem arrumadas.

    "Não quero apontar a objetivos muito altos. Seria bom requalificar-me para o WWT através dos resultados no Mundial e não pela Challenger Series. Se conseguir atingir o top cinco, seria fantástico", concluiu Isabella Nichols.

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram