Homepage

  • Pequena Sierra Kerr arrasa na estreia no WQS
    24 junho 2021
    arrow
  • Superou ronda após ronda com os scores mais altos, sendo travada apenas nos quartos-de-final em Cabarita Beach.
  • Aos 14 anos, a pequena Sierra Kerr estreou-se de forma estrondosa no circuito WQS. A filha do ex-top mundial Josh Kerr que há muito é apontada com um futuro brilhante pela frente e, esta semana, comprovou-o em Cabarita Beach, durante um importante QS5000, prova de estatuto máximo do circuito de qualificação mundial da região da Austrália.

    A competir frente a surfistas mais velhas, Sierra não acusou a pressão e foi sendo o destaque ao longo dos primeiros dias do evento. Aos triunfos, juntou ainda os maiores scores da competição. E, apesar da tenra idade, conseguiu mesmo chegar à fase woman-on-woman, sendo eliminada já nos quartos-de-final. Uma performance que lhe rendeu o 5.º posto final.

    Uma estreia em grande para a pequena surfista australiana, a fazer lembrar o início de carreira de um jovem prodígio chamado Gabriel Medina, que aos 14 anos também se estreou no WQS e aos 15 venceu logo um importante QS 6 estrelas em Maresias. Ou até uma pequena havaiana de nome Carissa Moore, que aos 14 anos estreou-se numa etapa do WCT como vencedora dos trials e só parou na final.

    Famosa por surfar com grande estilo desde tenra idade, Sierra Kerr deu, assim, o primeiro aviso à navegação do que está para chegar. No QS5000 de Cabarita estreou-se, curiosamente, frente à portuguesa Concha Balsemão. Ambas superaram a ronda inaugural, mas Sierra somou 16,34 pontos logo a abrir, enquanto à portuguesa chegaram 6,80 pontos para seguir em frente.

    Só que a jovem australiana decidiu mostrar que não se tratava de sorte de principiante e continuou a acelerar a fundo nas ondas de Cabarita Beach. Na ronda 2 somou nova vitória, tal como na ronda 3, onde conseguiu o segundo melhor score dessa fase da competição, com 14,26 pontos e muitas manobras que impressionaram os mais céticos.

    A ronda 4 já prometia mais dificuldades à pequena surfista. Mas a verdade é que Sierra Kerr colecionou o quarto triunfo consecutivo neste Tweed Coast Pro. Isto numa fase da prova em que ficaram logo pelo caminho nomes como Macy Callhaghan, atual competidora do circuito mundial, que não compete em Cabarita depois de ter abdicado da presença no Surf Ranch Pro, ou Philippa Anderson, uma das mais experientes surfistas australianas do WQS.

    O fim da aventura de Kerr aconteceu apenas esta madrugada de quinta-feira, na véspera do dia final deste campeonato australiano. No heat 4 dos quartos-de-final, a pequena surfista enfrentou Zahli Kelly, uma das maiores esperanças do surf australiano, mas uns aninhos mais velha, e acabou por ser eliminada. Mas vendeu cara a derrota, somando 11,03 pontos, contra os 14,03 da adversária.

    Apesar de não ter vencido o evento de estreia no circuito WQS, Sierra Kerr deixou um bom cartão de visita. Além de somar já 2500 pontos para o ranking ainda levou para casa (dos pais) um prémio de 2 mil dólares australianos. Nada mau para quem começa agora a dar os primeiros passos no mundo das competições.

    Dias antes, Sierra tinha feito a estreia em provas da WSL ao ter competido no Pro Júnior que também se disputa em Cabarita Beach. Também impressionou no primeiro heat que fez, ao somar 14,50 pontos. Mas acabou por cair na fase seguinte, terminando em 9.º lugar. Nada de mau para uma jovem de 14 anos. Até porque é um resultado que, quem sabe, a poderá levar a lutar já este ano pela qualificação para o Mundial de Juniores.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram