Homepage

  • Kikas sobrevive à repescagem e já está nos oitavos em Margaret River
    03 maio 2021
    arrow
  • Agora, o surfista português vai enfrentar o amigo e colega de treinos Ryan Callinan.
  • Frederico Morais garantiu, esta segunda-feira, a qualificação para os oitavos-de-final do Margaret River Pro, a quarta etapa do circuito mundial de 2021, e a terceira de quatro disputadas em ondas australianas. Depois de ter sido atirado para a repescagem, Kikas conseguiu sobreviver a essa ronda ao início do dia no Oeste australiana, para mais tarde bater o antigo campeão mundial Adriano De Souza rumo aos oitavos-de-final.

    Com as ondas a continuarem bem grandes no Main Break de Margaret River, Frederico não conseguiu entrar forte no primeiro heat, vendo o brasileiro Deivid Silva adiantar-se na disputa. Contudo, o surfista português foi-se encontrando aos poucos com o mar e, apesar de não deslumbrar, conseguiu acabar o heat 2 das repescagens à frente do australiano Reef Heazlewood- Silva terminou a bateria com 13,03, Morais com 12,43 e Heazlewood com 10,77.

    Um resultado que, apesar dos sobressaltos sentidos neste arranque de prova em Margaret River, permitiu a Frederico avançar para a 3.ª ronda, algo que nunca tinha conseguido nos três anos anteriores em que ali competiu. Além de ter quebrado essa malapata, Kikas ainda se manteve como top seed para a ronda seguinte, onde ficou colocado no heat 8 frente ao brasileiro Adriano de Souza.

    Com o sistema de overlaping heats a ser utilizado nesta fase da prova, foi nos primeiros 20 minutos da bateria que Frederico Morais conseguiu construir ascendente sobre Adriano. Na primeira onda, Kikas conseguiu logo um 7,17, que lhe permitiu gerir o duelo com maior à vontade, perante um rival que pouco mais conseguiu do que ondas na casa dos 5 pontos, mostrando estar a melhorar a conexão com o mar de Margaret.

    Na segunda metade da bateria, quando a prioridade estava com Kikas e Adriano, a verdade é que o cenário da disputa nunca se alterou. Mineiro pouco conseguiu ameaçar seriamente a posição de Frederico, que nos últimos cinco minutos do heat ficou com a prioridade, segurando a vantagem de forma determinada e fechando a disputa com uma onda de 7,33. No final o triunfo foi português, com 14,50 pontos contra 12,50.

    Desta forma, Frederico Morais conseguiu avançar para os oitavos-de-final, onde vai ter pela frente o australiano Ryan Callinan, um dos surfistas em melhor forma neste evento e que é amigo e colega de treinos do português. Ambos vão estar no heat 4, sendo que o vencedor vai enfrentar nos quartos-de-final o vencedor da bateria entre o sul-africano Jordy Smith e o australiano Julian Wilson.

    Atualmente no 8.º posto do ranking mundial, Frederico garantiu, para já, o 9.º lugar na etapa australiana, conseguindo superar a 3.ª ronda pela terceira vez consecutiva. Algo que nunca tinha conseguido na carreira no CT. Kikas fica, ainda, em boa posição para tentar melhorar ainda mais a posição atual no ranking e, até, poder atacar o top 5, que se apura para discutir o título mundial na etapa final em Trestles, na Califórnia.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram