Homepage

  • Kikas no 10.º posto do ranking após Margaret River
    09 maio 2021
    arrow
  • Na frente do ranking, Italo Ferreira precisa de vencer a etapa para recuperar a licra amarela.
  • Apesar de o Margaret River Pro ainda não ter chegado ao fim, algo que deve acontecer esta madrugada de segunda-feira, Frederico Morais já sabe em que posição do ranking ficará após terminar a quarta etapa do circuito mundial de 2021. Depois de ter terminado no 9.º posto, o surfista português vai descer algumas posições até ao 10.º posto do ranking, devendo manter-se, ainda assim, como top seed na próxima etapa, em Rottnest Island, também em Margaret River.

    Eliminado nos oitavos-de-final, Kikas conseguiu dar continuidade ao bom momento exibido neste arranque de temporada, sobretudo nas provas australianas, onde já tinha conseguido um 3.º posto em Newcastle. Contudo, o resultado de terceiro acabou por ditar a queda de duas posições no ranking.

    À partida para esta etapa, Frederico estava no 8.º posto, mas empatado com Filipe Toledo e Griffin Colapinto. Ambos ainda estão em prova em Margaret River, o que significa que descolam do português no ranking. A estes junta-se Ryan Callinan, que ao vencer Kikas nos oitavos-de-final, garantiu logo a ultrapassagem ao português no ranking.

    Em sentido inverso, Frederico Morais vai conseguir ultrapassar o rookie australiano Morgan Cibilic, que nesta etapa perdeu na ronda 3. Algo que deixa Frederico no 10.º posto virtual do ranking. Só que há mais um surfista – e apenas mais um - que ainda pode passar o surfista português nestas contas...

    Com os quartos-de-final de Margaret River a terem um embate entre o havaiano Seth Moniz e o rookie sul-africano Matthew McGillivray, a matemática mostra-nos que se o havaiano sair vencedor vai passar Kikas no ranking, enquanto o sul-africano só o conseguirá fazer se chegar à final. Todos os outros surfistas em prova já estão à frente de Frederico Morais no ranking, pelo que o deixam assim já com o 11.º posto garantido.

    Em relação às contas da licra amarela e da liderança do ranking mundial, com a derrota de Gabriel Medina nos oitavos-de-final, Italo Ferreira – e somente ele - ficou com via aberta para recuperar o posto de número um mundial. Para tal acontecer, o campeão mundial em título precisa de vencer a etapa em Margaret River. Mas na próxima ronda tem já um teste de fogo frente ao compatriota Filipe Toledo.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram