Homepage

  • Kikas sobe a top seed e já conhece adversários para Margaret River
    20 abril 2021
    arrow
  • Em relação aos substitutos de Kelly Slater e Kolohe Andino, a WSL decidiu manter a aposta em Mikey Wright e também no jovem australiano Reef Heazlewood.
  • Ainda estamos a viver o rescaldo do intenso campeonato em Narrabeen, já a “caravana” do Tour está prestes a rumar ao Oeste australiano, onde de 2 a 12 de Maio se disputará o Margaret River Pro, a quarta etapa do WCT 2021 e a terceira de quatro em terras australianas. Esta terça-feira foi já divulgado o heat draw para este evento, com Frederico Morais, que vai chegar à West OZ como top seeding, a conhecer os adversários que vai ter pela frente na estreia.

    Depois do incrível 3.º posto alcançado em Narrabeen, Kikas parte para Margaret River no top 10 do ranking mundial e, precisamente, no 10.º posto do seeding. Um cenário que coloca Frederico no heat 10 da ronda inaugural em Margaret River, onde terá pela frente o australiano Julian Wilson e o brasileiro Miguel Pupo.

    Também conhecida como seeding round, esta primeira fase do campeonato apura dois dos três surfistas de cada heat diretamente para a ronda 3 e atira apenas um deles para a repescagem. Contudo, o surfista que sair vitorioso tem possibilidades de melhorar o seu seeding e o que passa em segundo pode ser ultrapassado nessa hierarquia.

    Apesar de o oeste australiano ter ondas power, Frederico Morais, curiosamente, nunca passou uma ronda nos três anos que competiu em Margaret River. Desta vez, além de querer quebrar esse enguiço, o surfista português também tem a motivação de continuar o excelente momento de forma que atravessa, para manter-se dentro do top 10 mundial.

    Nas outras baterias, destaque para o novo líder mundial Gabriel Medina que se vai estrear frente ao compatriota Adriano de Souza e também frente a um dos dois wildcards do evento. Italo Ferreira, atual número 2 mundial, também vai ter pela frente um wildcard, além do australiano Jack Robinson, que neste evento joga em “casa”.

    Em relação aos substitutos de Kelly Slater e Kolohe Andino, a WSL decidiu manter a aposta em Mikey Wright e também no jovem australiano Reef Heazlewood, que brilhou em Narrabeen e conseguiu chegar aos oitavos-de-final. Wright está no heat de John John Florence e Michel Bourez, enquanto Heazlewood defronta Jordy Smith e Jadson Andre.

    Heats da ronda inaugural do Boost Mobile Margaret River Pro:

    Heat 1: Kanoa Igarashi (JAP), Seth Moniz (HAV), Alex Ribeiro (BRA);
    Heat 2: Filipe Toledo (BRA), Peterson Crisantos (BRA), Connor O’Leary (AUS);
    Heat 3: John John Florence (HAV), Michel Bourez (FRA), Mikey Wright (AUS);
    Heat 4: Jordy Smith (AFS), Jadson Andre (BRA), Reef Heazlewood (AUS);
    Heat 5: Italo Ferreira (BRA), Jack Robinson (AUS), wildcard;
    Heat 6: Gabriel Medina (BRA), Adriano de Souza (BRA), wildcard;
    Heat 7: Conner Coffin (EUA), Wade Carmichael (AUS), Matthew McGillivray (AFS);
    Heat 8: Griffin Colapinto (EUA), Jack Freestone (AUS), Leo Fioravanti (ITA);
    Heat 9: Ryan Callinan (AUS), Morgan Cibilic (AUS), Adrian Buchan (AUS);
    Heat 10: Frederico Morais (PRT), Julian Wilson (AUS), Miguel Pupo (BRA);
    Heat 11: Jeremy Flores (FRA), Owen Wright (AUS), Deivid Silva (BRA);
    Heat 12: Yago Dora (BRA), Caio Ibelli (BRA), Ethan Ewing (AUS).

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram