Homepage

  • Francisco Spínola vê com 'grande alegria' regresso das provas da WSL a Portugal
    28 abril 2021
    arrow
  • Em maio, vão realizar-se dois eventos do WQS no nosso país. Santa Cruz e Caparica são os pontos de passagem.
  • Depois uma longa pausa, superior a um ano por causa da pandemia de Covid-19, o mês de maio marcará o regresso a Portugal das provas do circuito mundial de qualificação (WQS) da World Surf League (WSL).

    Os QS de Santa Cruz e da Caparica simbolizam não só o regresso do WQS ao nosso país, mas também o próprio retorno destas provas ao continente europeu.

    Todo um contexto que Francisco Spínola, diretor-geral da World Surf League para a Europa, África e Médio Oriente (WSL EMEA) vê com "grande alegria". 

    "Depois de todos termos vivido tempos desafiantes, conseguimos, juntamente com os nossos parceiros voltar a fazer aquilo que mais gostamos. Os eventos de Santa Cruz e Costa da Caparica marcam o início da época competitiva da World Surf League na região EMEA (Europa, Africa e Medio Oriente) e como tal a expectativa de todos os envolvidos e particularmente dos atletas é enorme uma vez que estes últimos tiveram praticamente um ano sem competir. Neste novo formato, mais justo para os surfistas de cada região, os atletas irão em busca de preciosos pontos para o ranking mundial. Esperamos conseguir trazer o melhor surf do mundo a todos através das plataformas da World Surf League e também, respeitando as normas em vigor voltar a ver as pessoas a apoiar os melhores atletas do mundo na praia", disse o dirigente português.

    Igualmente parte importante para este regresso dos competições da WSL a Portugal é o Turismo de Portugal. 

    “Portugal assume-se já como um incontornável destino de surf o que se deve sobretudo à qualidade e diversidade da oferta de spots de surf, ao longo de toda a costa e durante todo o ano. A confiança que a WSL deposita no país ao realizar várias provas dos seus circuitos em Portugal, contribui de forma muito relevante para o reconhecimento internacional de Portugal como um destino de excelência para a prática do surf. Acolher estas provas de projeção mundial, confirma não só que Portugal possui excelentes condições para a prática do surf, mas também a capacidade e profissionalismo na organização de eventos da modalidade. O regresso já em maio de duas provas WSL a Portugal, Santa Cruz e Costa de Caparica, atesta o compromisso e o empenho de todos os parceiros na consolidação de um produto de qualidade alinhado com uma nova realidade. A permanência em Portugal de competições desta dimensão é também uma mensagem de esperança aos surfistas de todo o mundo que nos visitam, e às empresas nacionais que em boa hora souberam responder às exigências e expetativas de um destino 'Clean & Safe'. É também um sinal que, gradualmente, a retoma se inicia", diz Luis Araújo, presidente do Turismo de Portugal.

    Ambos os eventos contam este ano com um novo sponsor, Estrella Galicia, marca que olha agora para o surf como modalidade exponencial a nível mundial.

    "O surf é um desporto pelo qual somos apaixonados e que se enquadra perfeitamente nos nossos valores de esforço, compromisso ambiental e sustentabilidade. Colaborar com o regresso do WQS a Portugal e ter esta plataforma de divulgação e sensibilização do impacto que deixamos no nosso ambiente é uma grande notícia para todos nós que fazemos parte da Estrella Galicia", destaca Santiago Miguélez, diretor de marketing ibérico da Estrella Galicia.

    A ação irá começar entre os dias 11 e 16 de maio com o QS3000 de Santa Cruz. “Em 2021, Santa Cruz continua a sua afirmação enquanto destino de ondas. Depois de um ano que nos pôs a todos à prova, é com orgulho que voltamos a acolher o circuito mundial de qualificação da WSL. Entre 11 e 16 de maio, estaremos de olhos postos no mar para acompanhar alguns dos melhores surfistas do mundo no Pro Santa Cruz presented by Noah Surf House. Aos 128 atletas em competição, desejo que disfrutem da nossa costa. Que Santa Cruz seja sinónimo de regresso às ondas, à praia e à vida", afirma Carlos Bernardes, presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras.

    No que diz respeito à Caparica, o Estrella Galicia Caparica Surf Fest terá mais novidades para além da competição, trazendo com ele 'side events' ou seja, ações paralelas que dinamizam e enriquecem as provas.

    Assim, inserido no evento da Caparica, e daí ser um evento que aglomera o surf, mas também o lifestyle que lhe está associado, assistiremos ao Moche Impact Zone, que contará com demonstrações dos melhores skaters nacionais e aulas grátis, exibição de manobras de bodyboard de Hugo Pinheiro e Friends e o Rip Curl GromSearch 2021, que contará com mais de 150 atletas, a realizar-se nos dias 15 e 16 de maio que antecedem o evento.

    “Após praticamente um ano sem competições, é com uma enorme alegria que recebemos no concelho de Almada esta importante prova mundial. Inserido no Caparica Surf Fest, o evento da World Surf League, na Costa de Caparica, apresenta-se como fundamental para um território que se assume como um dos principais pontos da prática competitiva de surf. A Câmara Municipal de Almada, no seguimento da aposta feita em 2019, mantém e reforça a sua intenção de promover o surf competitivo na sua frente marítima, tornando a Costa de Caparica uma referência internacional desta importante modalidade", mencionou Inês de Medeiros, presidente da Câmara Municipal de Almada.

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram