Homepage

  • Kolohe Andino sofre lesão e vai falhar etapas australianas
    24 março 2021
    arrow
  • Matt Banting, antigo top do WCT e um dos principais nomes do WQS, vai ser o substituto de Andino na etapa de Newcastle.
  • Notícias bem fresquinhas acabam de chegar da Austrália, onde falta apenas uma semana para o regresso da ação no WCT. O número 5 mundial em 2019 Kolohe Andino é baixa de última hora, não só para a etapa de Newcastle, mas para todos os quatro eventos da perna australiana. O surfista norte-americano ressentiu-se de lesão e anunciou a sua desistência de competir na Austrália.

    Andino, que é um dos eternos candidatos ao título, tinha sofrido uma lesão no tornozelo durante o grande swell que chegou ao Havai no último dia dos namorados. Ainda assim, viajou para a Austrália com esperança de recuperar durante a quarentena. Só que durante os últimos 14 dias em que esteve fechado num hotel, acabou por sofrer uma recaída e agravar a lesão.

    “Triste por anunciar isto, mas não vou competir nas quatro etapas do WCT na Austrália”, começou por anunciar Brother nas redes sociais. “Sofri uma entorse no tornozelo no Havai, mas vim para quarentena com esperanças de estar apto para Newcastle ou Narrabeen. Contudo, nos primeiros testes que fiz após a quarentena sofri uma recaída e, após consultar o meu médico, decidimos não competir na Austrália, para preparar as próximas etapas”, frisou Andino.

    Este é um rude golpe nas esperanças de Andino em qualificar-se para a grande final do WCT, que se disputará numa onda que bem conhece e que é mesmo à sua medida: Trestles. Mas esta lesão até poderá ter mais implicações. Isto porque estamos a cerca de quatro meses dos Jogos Olímpicos, onde Kolohe é um dos qualificados. O que significaria não recuperar a tempo para Tóquio? Que seria substituído na equipa norte-americana por… Kelly Slater.

    Entretanto, a WSL já anunciou que o australiano Matt Banting, antigo top do WCT e um dos principais nomes do WQS, vai ser o substituto de Andino na etapa de Newcastle. Isto vai alterar novamente a grelha de heat da ronda inaugural, com Frederico Morais a subir mais uma posição no seeding e avançando para o heat 4, onde está o sul-africano Jordy Smith e, muito provavelmente, Matt Banting.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Outras Notícias Relacionadas