Homepage

  • Caroline Marks já viajou para a Austrália após falso positivo
    11 março 2021
    arrow
  • A WSL não perdeu tempo e colocou a surfista num voo comercial que partiu rumo a Sydney na passada terça-feira.
  • Caroline Marks já não vai ser baixa para a Rip Curl Newcastle Cup, a primeira de quatro etapas do WCT em solo australiano. A jovem surfista norte-americana tinha acusado positivo à Covid-19 nos testes feitos antes do embarque no voo privado que a WSL organizou para levar os surfistas internacionais rumo a Sydney, mas, afinal, tratava-se de um falso positivo.

    A notícia foi dada pela própria vice-campeã mundial nas redes sociais. Isto porque nos dias seguintes ao teste positivo, Marks realizou mais três testes no mesmo laboratório e todos deram negativo. O que fez com que a jovem surfista fosse declarada como não estando infetada, estando assim apta para fazer a viagem.

    WSL não perdeu tempo e colocou a surfista num voo comercial que partiu rumo a Sydney na passada terça-feira, logo no dia seguinte ao voo privado que levou os restantes surfistas. Dessa forma, Marks já chegou à Austrália e já se encontra a cumprir os 14 dias obrigatórios de quarentena.

    “O meu teste foi declarado falso positivo com base numa série de testes negativos que fiz na sequência disso. Estou feliz por anunciar que isso significa que estou limpa e que cheguei à Austrália de forma segura. Estou já em quarentena e ansiosa por voltar a vestir a licra de competição”, escreveu Caroline Marks no Instagram.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram