Homepage

  • Rumores apontam para quarta etapa do WCT na Austrália
    01 fevereiro 2021
    arrow
  • Surfistas terão de fazer quarentena de 15 dias para entrar na Austrália, mas depois disso fica criada uma "bolha" competitiva.
  • A WSL está a estudar e muito perto de anunciar a introdução de uma nova etapa no calendário do WCT. Segundo o que o insuspeito Nick Carroll escreveu no site Surfline, a Austrália terá uma quarta etapa, criando assim uma “bolha” competitiva que levaria os surfistas a ficarem em segurança durante várias semanas.

    Apesar de ainda não ter certezas, o famoso jornalista australiano aponta Sidney como a localização provável para esta nova etapa, embora outras fontes refiram que a mesma poderá acontecer em Lennox Head, a cerca de 80 km de Sidney. Esta seria uma solução para os efeitos que a pandemia está a ter novamente no Mundo.

    Com muitas fronteiras fechadas, o WCT enfrenta novamente o espectro de um cancelamento, tal como aconteceu em 2020. No entanto, o facto de a Austrália ser um país minimamente controlado em relação ao número de casos, faz a WSL ponderar este novo cenário. Mesmo com os surfistas a terem de fazer uma quarentena de 15 dias para lá entrar, a verdade é que depois seria conseguida a tal “bolha”, que já havia sido idealizada no ano passado.

    Com a etapa do Havai já realizada e com mais quatro eventos na Austrália – a perna australiana começa em abril em Bells Beach, segue para Margaret River no fim do mesmo mês e no início de maio vai até Snapper Rocks -, a WSL ficava, assim, salvaguardada para eventuais cancelamentos das restantes etapas, garantindo um mínimo desejável de etapas para coroar um campeão mundial ou os apurados para a etapa final, marcada para Trestles em setembro.

    Confrontada com este cenário, a WSL nem confirmou nem desmentiu a situação, limitando-se a frisar que está a trabalhar o calendário e as etapas de perto com o governo australiano e com os governos de cada estado por onde o WCT vai passar. “Estamos a discutir múltiplas opções para preparar o regresso do circuito. Daremos mais informações em breve”, explicam.

    Com a etapa de Santa Cruz adiada e com a de Sunset já cancelada, cenário que se junta ao cancelamento já anunciado de G-Land e adiamento para data indefinida da etapa portuguesa, o WCT poderá ter na Austrália a tábua de salvação para salvar (mais) uma época. Novidades esperam-se para os próximos dias.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram