Homepage

  • WQS vai ser dividido em dois e Vasco Ribeiro entra em 2021 no top
    17 julho 2020
    arrow
  • A grande novidade passa pelo facto de os pontos acumulados em 2020, até à paragem do circuito em meados de marços, irem contar para 2021.
  • Não é só o WCT que vai sofrer grandes mudanças para 2021. No mesmo comunicado que deu conta da muito anunciada “nova era” do surf, o organismo máximo do surf profissional também revela grandes alterações para o circuito mundial de qualificação. Mudanças que já haviam sido anunciadas, mas que são agora concretizadas no papel. Começando desde logo pela divisão do circuito em duas fases distintas.

    O WQS vai assim começar como habitualmente em janeiro, tendo até agosto apenas provas menores – de QS1000 até QS5000. Estas serão provas regionais que servirão apara determinar os surfistas que se apuram para as Challenge Series, que se iniciam em agosto e vão até dezembro, e que irão definir os surfistas qualificados para o WCT.

    Esta parte acaba por não ser uma novidade, pois a WSL já tinha anunciado tal mudança este ano, com o objetivo de reduzir os custos para os surfistas que competem no WQS, dando ainda plataformas aos mais jovens de ganharem ritmo nas suas regiões, antes de atacarem o sonho do WCT.

    Mas a grande novidade passa pelo facto de os pontos acumulados em 2020, até à paragem do circuito em meados de marços, irem contar para 2021. Uma decisão justa, que acaba por salvaguardar aquilo que aconteceu nos primeiros meses deste ano, não deitando por terra o esforço e os gastos que os surfistas tiveram.

    Um dos grandes beneficiados desta medida acaba por ser Vasco Ribeiro, que estava no 11.º posto do ranking do WQS quando a pandemia fez o Mundo parar. O surfista português vai assim começar a próxima temporada já com uma boa almofada para em agosto ser um dos surfistas qualificados para as Challenges Series de qualificação para o CT, onde apenas terá acesso perto do top 100 mundial.

    Resta agora conhecer o calendário das provas que farão parte do WQS a partir de 2021, não havendo ainda qualquer anúncio feito por parte da WSL. Embora ainda nada seja conhecido, poderá existir a possibilidade de a Ericeira continuar a ter uma das provas principais, como acontecia até aqui em setembro, e as provas finais de qualificação deverão manter-se no Havai, com as já tradicionais duas primeiras provas da Triple Crown, em Haleiwa e Sunset.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram