Homepage

  • Portugal vai receber evento da WSL ainda em 2020
    17 julho 2020
    arrow
  • Primeiro evento internacional pós-pandemia vai acontecer no Surf Ranch em Agosto...
  • Uma das grandes mudanças anunciadas esta sexta-feira pela WSL foi a passagem da etapa portuguesa para Fevereiro, passando a ser a segunda do circuito que se irá apresentar reformulado a partir de 2021. Contudo, não será preciso esperar até lá para ver o melhor surf mundial no nosso país, uma vez que estão programados eventos especiais ainda para este inverno.

    Desde início que se ouviram rumores sobre a possibilidade de a WSL fazer eventos especiais, caso tivesse de optar pelo cancelamento da temporada de 2020. E isso vai mesmo acontecer, com uma espécie de “pré-temporada” para 2021, que se baseia na criação de eventos regionais com os melhores surfistas do Mundo.

    De forma a contornar os problemas das fronteiras, que impedem os surfistas de viajar para grande parte dos destinos mundiais, a WSL decidiu criar eventos especiais nos Estados Unidos, Austrália e também na Europa. Portugal fica assim incluído com a França nesse “Euro Surf Cup” para a temporada de 2021.

    Em prova deverão estar os surfistas do WCT que pertencem ao Velho Continente e que estejam habilitados a viajar entre estes países. Nomes como Frederico Morais, Jeremy Flores, Leo Fioravanti, Michel Bourez ou Johanne Defay deverão ser alguns dos participantes destes eventos, com os nomes mais sonantes do WCT a ficarem integrados nas provas dos Estados Unidos e Austrália.

    Os moldes dos eventos ainda não são conhecidos, apenas se sabe que o evento português irá acontecer entre setembro e outubro, curiosamente as datas em que o nosso país recebia duas importantes provas do antigo WQS (QS6000 dos Açores e Challenge Series na Ericeira) e também a já tradicional prova do circuito mundial em Peniche.

    Em setembro será a França a receber também um evento destes. França que é a grande baixa do WCT para 2021, mas que acaba por ter a oportunidade de se despedir da elite mundial com este evento.  

    Em Agosto acontece o primeiro destes eventos, com o Surf Ranch de Kelly Slater. Para já apenas se sabe que será uma espécie de “batalha” com equipas mistas. A um mês de acontecer, é certo que será acessível a surfistas norte-americanos e havaianos, não se sabendo se outros conseguirão viajar para o local da prova. Escusado será dizer que a segurança neste evento também será máxima.

    Depois, em Setembro e Outubro também acontecerão eventos na Austrália. O chamado Australian Grand Slam irá incluir missões relâmpago em Margaret River, no Oeste australiano, e também na Gold Coast. Estas são as únicas informações conhecidas, esperando-se mais novidades para breve.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram