Homepage

  • Josh Moniz vence os Pipe Trials e peruano também garante vaga
    09 dezembro 2020
    arrow
  • Na final, Josh conseguiu duas ondas quase perfeitas, ambas pontuadas com 9,60, que perfizeram um total de 19,20.
  • O havaiano Josh Moniz foi o grande vencedor dos Pipe Trials, prova que garante as duas últimas vagas para o Pipe Masters, que este ano serve de etapa inaugural do WCT 2021. A Moniz juntou-se ainda o peruano Miguel Tudela, que foi segundo na final e também garantiu a presença no evento principal.

    Com Pipeline a apresentar-se com mar grande, mas nem sempre perfeito, os trials arrancaram a meio gás, com os surfistas, maioritariamente locais, a sentirem dificuldades para encontrar scores altos na ronda inaugural. A exceção à regra foi o ex-top do WCT Zeke Lau, que iniciou a sua prestação com um score de 18,20.

    Entre as baixas de peso desta ronda inaugural destacaram-se Jamie O’Brien, Koa Smith, Nathan Florence ou Billy Kemper. Nos quartos-de-final as condições melhoraram mas os favoritos continuaram a tombar, com destaque para Lau, que esteve longe de repetir a performance da ronda inaugural. Nesta 2.ª ronda já foi Josh Moniz a destacar-se da concorrência, com um score de 14,84.

    Era só uma amostra do que estava para vir. Apesar das dificuldades sentidas, Josh superou as meias-finais, e na final atingiu o clímax da sua prestação, com duas ondas quase perfeitas, ambas pontuadas com 9,60, que perfizeram um total de 19,20 pontos num máximo de 20. Um triunfo que permite a Josh Moniz juntar-se ao irmão mais novo Seth, que é membro integrante do WCT, no evento principal.

    Já a segunda vaga ficou para o peruano Miguel Tudela, que foi um dos apenas três surfistas internacionais entre os 32 convidados – os outros foram os norte-americanos Jett Schilling e Eithan Osborne, que perderam logo na ronda inaugural. Tudela somou 13,10 e superou a luta com Eala Stewart (12,50) pela segunda vaga. No último posto da final ficou Ian Gentil (6,10).

    Desta forma, Josh Moniz vai ficar colocado no heat 5, onde enfrenta a concorrência dos brasileiros, ambos ex-campeões mundiais, Gabriel Medina e Adriano de Souza. Já Tudela irá competir no heat 6, frente ao atual campeão mundial em título Italo Ferreira e ao sul-africano Matthew McGillivray.

    Destaque ainda para a realização do surf off que vai definir a última vaga para o WCT 2021 e que está a colocar frente a frente o australiano Mikey Wright e o italiano Leo Fioravanti. Ambos disputam um wildcard por lesão, depois de terem tido problemas físicos em 2019. Numa disputa à melhor de três, Wright venceu um primeiro heat muito equilibrado e Leo deu a resposta momentos mais tarde. Falta agora disputar a grande finalíssima, que deverá acontecer esta quarta-feira, antes do arranque da ronda inaugural do Pipe Masters, onde ambos têm lugar garantido.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram