Homepage

  • Kikas perde na 3.ª ronda em Pipe num dia marcado por surpresas
    18 dezembro 2020
    arrow
  • Quando tudo recomeçar teremos Jack Robinson frente a Kelly Slater, num dos heats mais esperados do ano...
  • Frederico Morais caiu na ronda 3 do Pipe Masters perante um inspirado Jack Freestone, dizendo assim adeus à prova havaiana, que é a primeira da temporada 2021. Num heat de sentido única, Kikas não teve argumentos para evitar a primeira derrota em duelos com o australiano, num dia em que aconteceram várias surpresas, embora os grandes nomes se tenham mantida dentro da equação.

    As ondas não quebraram tão perfeitas quanto esperado, mas houve quem a espaços encontrasse tubos com potencial para fazer scores elevados. John John Florence, Kelly Slater, Gabriel Medina, Jordy Smith e o campeão mundial Italo Ferreira não desiludiram e conseguiram fugir à lista de derrotados inesperados.

    Contudo, a grande performance do dia pertenceu ao rookie de Tour, mas um dos mais experientes em tubos. O australiano Jack Robinson somou 17,73 pontos, com um 9,23 e 8,50, e deixou completamente KO o compatriota Julian Wilson, durante a ronda 3. São 17,73 pontos num dia em que o mar não estava perfeito. E isso diz muito sobre a qualidade do prodígio do oeste australiano. Teremos rookie candidato ao título?

    Depois de uma ronda de repescagem onde a grande surpresa tinha sido a eliminação do campeão mundial de 2015 e também Pipe Masters desse ano, Adriano de Souza, a quem se juntou Conner Coffin e Alex Ribeiro, a ronda 3 também começou com estrondo. No heat 1 Filipe Toledo foi vencido por Leo Fioravanti e deu razão a todos os que apontam as ondas de consequência como o seu calcanhar de aquiles.

    No heat seguinte foi Griffin Colapinto a sucumbir perante Peterson Crisanto. E teve de ser o príncipe local a colocar água na fervura. Após vários heats de pontuações baixas, John John deu o exemplo e somou 13,17 pontos, com um 8 pelo meio, para bater Connor O’ Leary. De seguida mais uma boa performance de outra surpresa, o rookie sul-africano Matthew McGillivray, que somou 13,67 pontos frente ao local Seth Moniz.

    Jordy Smith fez q.b. para evitar estragos frente a Mikey Wright e quem também deu um ar da sua graça, sempre com muita experiência foi o rei Kelly Slater, que somou 12,80 pontos, batendo Ethan Ewing. O mesmo fez Italo Ferreira, no duelo com Sebastian Zietz, ou o bi Pipe Masters Jeremy Flores frente ao vencedor dos trials Joshua Moniz.  

    Antes do triunfo de Gabriel Medina frente ao rookie Morgan Cibilic, com um tubo sólido a permitir a reviravolta no heat, houve mais uma eliminação de um dos candidatos, com Miguel Pupo a derrubar Kolohe Andino. Até ao fim houve um triunfo saboroso de Jadson Andre frente a Michel Bourez e a vitória de Kanoa Igarashi perante Deivid Silva.

    Pelo meio disto, no heat 14, houve o duelo entre Kikas e Freestone. Com o sistema de overlaping ativo, ambos mostraram-se ativos durante a primeira metade do heat, ao contrário do que aconteceu com outras baterias. Freestone assumiu logo a dianteira, enquanto Frederico não conseguia encontrar ondas com potencial. Quando o fez falhou a saída por muito pouco. E, depois, quando estavam já na segunda metade da disputa e com prioridade, o australiano fez o xeque-mate com um dos tubos do dia, ao somar 8,83 pontos. A precisar de uma onda de 10 pontos para virar o resultado, o surfista português viu o tempo passar até à cruel buzina final.

    A organização decidiu ainda colocar na água os oitavos-de-final, onde aí já não houve espaço para surpresas nos três heats realizados. Fioravanti bateu Peterson Crisanto num heat de underdogs; John John venceu a surpresa Matthew McGillivray, embora sem o brilho da ronda anterior; e Jordy Smith esteve uns níveis acima na vitória frente a Caio Ibelli.

    Quanto tudo se preparava para um dos embates do campeonato a prova parou… Até porque um heat entre Kelly Slater e Jack Robinson merece esperar por ondas melhores. Quando tudo recomeçar são mesmo esses dois monstros dos tubos que vão estar frente a frente – e durante 20 minutos vão estar sozinhos na água… As odds talvez joguem a favor do novato, mas veremos o que 11 títulos mundiais podem fazer contra isso.

    Entre os heats da restante ronda destaque ainda para o embate entre Gabriel Medina e Jack Freestone. Já Italo Ferreira mede forças com Ryan Callinan. E com tanta surpresa pelo meio não se prevê muitos cruzamentos excitantes nos quartos-de-final, embora o vencedor do mais aguardado heat do campeonato esteja já a saber que vai cruzar-se com Jordy Smith na próxima fase.

    Com o mar a cair para amanhã, mas ainda com tamanho de campeonato, resta saber se a organização arriscar colocar a prova na água ou se vai esperar por mais um grande swell que promete entrar nos últimos dias do campeonato. Com 12 heats pela frente e mais 4 da prova feminina do Maui Pro, que também terminará em Pipe, tudo se deverá resumir a um único dia de competição para coroar dois campeões.

    Billabong Pipe Masters presented by Hydro Flask Elimination Round Results

    Heat 2: Ryan Callinan (AUS) 12.83 DEF. Sebastian Zietz (HAW) 6.64, Alex Ribeiro (BRA) 1.20
    Heat 3: Mikey Wright (AUS) 9.84 DEF. Wade Carmichael (AUS) 5.36, Adriano de Souza (BRA) 1.27 
    Heat 4: Peterson Crisanto (BRA) 4.87 DEF. Leonardo Fioravanti (ITA) 4.50, Conner Coffin (USA) 2.93

     

    Billabong Pipe Masters presented by Hydro Flask Round of 32 Results

    Heat 1: Leonardo Fioravanti (ITA) 11.00 DEF. Filipe Toledo (BRA) 3.00
    Heat 2: Peterson Crisanto (BRA) 9.10 DEF. Griffin Colapinto (USA) 4.33
    Heat 3: John John Florence (HAW) 13.17 DEF. Connor O’Leary (AUS) 9.94
    Heat 4: Matthew McGillivray (ZAF) 13.67, Seth Moniz (HAW) 9.04
    Heat 5: Jordy Smith (ZAF) 9.17 DEF. Mikey Wright (AUS) 7.33
    Heat 6: Caio Ibelli (BRA) 9.30 DEF. Wade Carmichael (AUS) 5.77
    Heat 7: Kelly Slater (USA) 12.80 DEF. Ethan Ewing (AUS) 8.60
    Heat 8: Jack Robinson (AUS) 17.73 DEF. Julian Wilson (AUS) 10.17
    Heat 9: Italo Ferreira (BRA) 10.16 DEF. Sebastian Zietz (HAW) 2.06
    Heat 10: Ryan Callinan (AUS) 9.60 DEF. Yago Dora (BRA) 6.67 
    Heat 11: Jeremy Flores (BRA) 11.17 DEF. Joshua Moniz (HAW) 2.36
    Heat 12: Miguel Pupo (BRA) 10.47 DEF. Kolohe Andino (USA) 8.23
    Heat 13: Gabriel Medina (BRA) 11.83 DEF. Morgan Cibilic (AUS) 6.34
    Heat 14: Jack Freestone (AUS) 13.00 DEF. Frederico Morais (POR) 5.23
    Heat 15: Jadson Andre (BRA) 9.66 DEF. Michel Bourez (FRA) 4.33 
    Heat 16: Kanoa Igarashi (JAP) 10.00 DEF. Deivid Silva (BRA) 9.00 

     

    Billabong Pipe Masters presented by Hydro Flask Round of 16 Results

    Heat 1: Leonardo Fioravanti (ITA) 10.33 DEF.  Peterson Crisanto (BRA) 6.73
    Heat 2: John John Florence (HAW) 8.50 DEF. Matthew McGillivray (ZAF) 5.73
    Heat 3: Jordy Smith (ZAF) 11.67 DEF. Caio Ibelli (BRA) 1.63

    Billabong Pipe Masters presented by Hydro Flask Round of 16 Heat Line-ups

    Heat 4: Kelly Slater (USA), Jack Robinson (AUS)
    Heat 5: Italo Ferreira (BRA), Ryan Callinan (AUS)
    Heat 6: Jeremy Flores (FRA), Miguel Pupo (BRA)
    Heat 7: Gabriel Medina (BRA), Jack Freestone (AUS) 
    Heat 8: Jadson Andre (BRA), Kanoa Igarashi (JAP) 

    Billabong Pipe Masters presented by Hydro Flask Quarterfinal Heat Line-ups

    Heat 1: Leonardo Fioravanti (ITA) vs. John John Florence (HAW)
    Heat 2: Jordy Smith (ZAF) vs. TBD

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram