Homepage

  • WSL apresenta nova Fantasy… que continua sem prémios
    22 novembro 2020
    arrow
  • Uma das principais mudanças é a escolha de um power surfer, que pontua a dobrar.
  • Está prestes a começar a nova temporada do WCT e, aos poucos, as novidades começam a surgir. Este sábado a WSL fez o lançamento da Fantasy Surfer 2021, revelando novas regras do jogo, novo aspeto, mas a mesma lacuna de anos anteriores: continua sem haver qualquer prémio para o vencedor.

    As inscrições já estão abertas e já é possível escolher as equipas para a primeira etapa do ano, o Maui Pro no caso das mulheres e o Pipe Masters no caso dos homens. As equipas e números de surfistas escolhidos mantêm-se, mas há várias novidades que podem mudar o rumo das pontuações.

    Assim, cada jogador continua a ter de escolher 8 surfistas masculinos e 4 femininos, sendo que agora não há uma divisão entre homens e mulheres. Quem fizer a equipa, tem de fazer completa com surfistas do WWT e WCT. Os níveis também continuam os mesmos. Só se pode escolher 2 surfistas do top 8 (1 do top 4 no caso feminino), quatro no nível B (2 no caso feminino) e outros 2 nos últimos do ranking e wildcards (1 no feminino).

    Até aqui está praticamente tudo na mesma. Contudo, uma das primeiras grandes mudanças é a escolha de um power surfer. Basicamente, todos terão de escolher um “capitão”, cuja pontuação no final será dobrada. A escolha passa por um power surfer masculino e outro feminino. No final esta escolha poderá ser determinante nas pontuações.

    Outras das grandes mudanças é o facto de as equipas se manterem abertas até ao início da 3.ª ronda. Ou seja, os jogadores podem primeiro avaliar as prestações dos surfistas nas seeding rounds (1.ª e repescagem), antes de formarem a sua equipa. Só a partir daí as pontuações começam a contar. Algo que obriga os jogadores a estarem ainda mais em cima da equipa, analisando possíveis táticas e mudando estratégias.

    Por fim, as etapas vão valer mais à medida que o ano avançar. A WSL justifica este ponto com o aumento da importância das etapas com o avançar da temporada e com a disputa pela presença nas finais. Ou seja, o Pipe Masters não vai valer tantos pontos como as etapas do final do calendário. Em baixo a explicação...

    Pontuação Progressiva

    Conforme a temporada avança, os pontos totais de sua equipe em cada evento serão multiplicados por um fator crescente. Os multiplicadores aumentarão em 10 pontos percentuais de evento para evento.

    Este sistema representa a importância crescente de cada evento no Tour do Campeonato. Conforme a temporada avança, cada evento se torna cada vez mais crucial para os surfistas no circuito, e isso agora se reflete em nosso jogo Fantasy. Isso também permite que as equipes criadas após o início da temporada ainda possam competir para ganhar sua liga.

    A etapa final, onde se irá decidir o título, também servirá para a Fantasy, mas num formato diferente. Sabendo quem serão os cinco surfistas que vão lutar pelo título mundial em Trestles, os jogadores terão de apostar no desfecho das baterias. As inscrições já estão abertas em https://ctfantasy.worldsurfleague.com/team.

    Por fim, e não menos importante, não existe qualquer menção a prémios, o que reduz muito o impacto que esta Fantasy possa ter. Nem uma licra para o vencedor? A sério?

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram