Homepage

  • Tubos e surpresas no dia inaugural do Gold Coast Pro
    06 outubro 2020
    arrow
    arrow
  • Jack Robinson esteve em grande plano no dia inaugural da prova australiana.
  • Disputou-se esta madrugada de terça-feira o primeiro dia do Boost Mobile Gold Coast Pro, a segunda de três provas do Australian Grand Slam. Com a mágica South Stradbroke Island a oferecer condições pesadas e com algum potencial, assistiu-se a um dia com alguns tubos, notas excelentes e eliminações surpreendentes, sobretudo do lado feminino.

    A prova iniciou-se com o lado feminino, numa altura em que o mar ainda estava a acertar com a maré. Após disputas de scores baixos, que acabaram por atirar Tyler Wright para fora da competição, a jovem Isabella Nichols foi a primeira a provar o gosto tubular de um beachbreak algo idêntico a Supertubos, que ofereceu sobretudo direitas.

    Num formato com eliminação direta da terceira classificada de cada heat e com passagem direta para os quartos-de-final, sem qualquer repescagem, as surfistas mais novas aproveitaram para dar nas vistas. E depois da eliminação surpresa de Wright na ronda inaugural foi a vez da sete vezes campeã mundial Stephanie Gilmore perder nos quartos-de-final frente a Macy Callaghan.

    A Callaghan juntam-se ainda nas meias-finais Sophie McCulloch, Isabella Nichols e Nikki van Dijk, que acaba por ser a surfista mais experiente ainda em prova. Depois de um dia de muitas emoções e ondas tubulares, as rondas decisivas ficaram adiadas para a madrugada desta quarta-feira, com o mesmo a acontecer na prova masculina.

    Os homens entraram mesmo na maré cheia, quando o pico começou a oferecer as melhores condições e dá resultaram pontuações excelentes. Na primeira ronda os grandes destaques foram os tops do WCT Jack Robinson e Wade Carmichael e também o wildcard local Chris Bennetts, que conseguiu o melhor score da ronda, com 15,74 pontos, e venceu Owen Wright e Stu Kennedy.

    Depois de uma ronda inaugural em que Matthew McGillivray, Stu Kennedy, Soli Bailey e Mitch Crews ficaram pelo caminho, o espetáculo continuou nos quartos-de-final, onde Jack Robinson bateu Owen Wright com um score de 18,60, graças a uma onda de 9,67 pontos, a melhor do evento até ao momento, e outra de 8,93. Depois o rookie Liam O’Brien venceu a surpresa local Chris Bennetts e a prova parou, ficando dois heats em suspenso para o dia seguinte.

    Numa altura em que a primeira meia-final já está decidida, opondo o super favorito Jack Robinson a Liam O’Brien, há ainda que disputar dois heats dos quartos-de-final quando a prova retomar, de forma a definir a outra meia-final. Em confronto vão estar Wade Carmichael e Ethan Ewing e também Connor O’Leary e Mikey Wright.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • wsl
  • South Stradbroke Island
  • Australian Grand Slam
  • Boost Mobile Gold Coast pro
  • Stephanie Gilmore
  • Tyler Wright
  • Jack Robinson
  • Fotografia
    wsl
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
fevereiro 01
Campeonato Nacional de Surf da Ucrânia vai ser realizado em Portugal
fevereiro 01
Surf nacional lamenta perda de Pedro Lacerda
fevereiro 01
FUEL TV assegura transmissão do Winter Dew Tour 2023 à escala global
janeiro 31
Surf adaptado mantém bem vivo sonho da inclusão nos Jogos Paralímpicos de Los Angeles'2028
fevereiro 01
Índia vai estrear-se no Mundial ISA e já sonha com Paris’2024
janeiro 31
Comunicado da FPS sobre o projeto 'Gestão do Espaço Costeiro'
janeiro 31
Luke Shepardson, o vencedor improvável do Eddie Aikau que passou a ter um dia no Havai com o seu nome