Homepage

  • Ítalo Ferreira: 'Sou muito diferente de Gabriel Medina'
    11 março 2020
    arrow
  • O atual campeão do mundo diz ter uma outra visão do surf em comparação com o seu compatriota.
  • A temporada de 2019 do World Championship Tour terminou com uma histórica finalíssima pelo título mundial no Pipe Masters Pro, em Pipeline, entre Ítalo Ferreira e Gabriel Medina.

    Um desfecho que veio a ser favorável a Ítalo, que conquistou assim o seu primeiro título mundial da WSL. Dois surfistas originários do Brasil, mas com personalidades completamente diferentes.

    De um lado Ítalo Ferreira, uma espécie de 'campeão do povo', e que possui uma imagem positiva em praticamente todos os cantos do mundo. Do outro lado surge Gabriel Medina, também ele um atleta de eleição, mas que já parece suscitar amor e ódio entre os adeptos do surf. 

    Uma diferença de estilos, que é corroborada pelo próprio Ítalo. "Somos completamente diferentes", disse em entrevista concedida ao site da 'Surfline'.

    E a razão para isso? Simples. "O Gabriel é um competidor nato. Penso que não é preciso ser assim todo o tempo. Não é necessário estar sempre a pensar em pontos e estratégias. Para mim tudo se resume a entrar na água e tentar surfar a melhor onda. Caso isso não seja possível, tento surfar da melhor forma perante aquilo que o mar oferece", afirmou o surfista de 25 anos.

    Com uma visão mais descontraída da atividade que exerce e com a qual conseguiu atingir o estrelato, Ítalo Ferreira parece não fazer distinção entre o panorama competitivo e mais lúdico. "Quando estou a surfar tento sempre divertir-me, seja numa bateria de um campeonato ou em sessões de free surf."

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram