Homepage

  • Jovem havaiana consegue dupla vitória em Papara
    16 março 2020
    arrow
  • Um feito notável para uma surfista que apenas fez cinco eventos da WSL na carreira.
  • O Papara Pro Open, QS1000 que se desenrolou, na semana passada no Taiti, foi um dos vários campeonatos a sofrer com a pausa ordenada pela WSL devido à pandemia do coronavírus. Isto porque quando a entidade máxima do surf profissional mundial a prova masculina não tinha ainda começado, sendo cancelada, de imediato.

    Contudo, ainda houve tempo para concluir a prova feminina. E houve festa havaiana por parte da jovem Bettylou Sakura Johnson, de apenas… 14 anos. É que Johnson além de ter vencido a prova principal feminina, também já tinha vencido dias antes a prova júnior. Um feito notável para uma surfista que apenas fez cinco eventos da WSL na carreira.

    Aliás, a estreia desta prodigiosa surfista já tinha prometido, pois com 13 anos conseguiu chegar à final do Pro Júnior de Sunset Beach, no ano passado, terminando no 4.º posto. Feito que repetiu este ano. Contudo, em Papara, na primeira vez que competiu fora do Havai conseguiu mesmo chegar a um triunfo… a dobrar!

    Pelo caminho, a jovem surfista que é treinada por Ross Williams, ex-competidor do WCT que também orienta John John Florence, teve de superar uma forte concorrência, sobretudo havaiana, mas também de talentos locais, para vencer em Papara, numa prova com poucas surfistas mas com muito talento entre as inscritas.

    Na prova principal Johnson bateu Leila Riccobuano nas meias-finais, para depois vencer Luana Silva, outras das pérolas do surf havaiano, sobre quem ainda recentemente escrevemos, na final, com 16,14 pontos contra apenas 13,34 da compatriota e rival. Já na prova júnior, a surfista de 14 anos deixou Nora Liotta no 2.º posto, Luana Silva no 3.º e Savanna Stone no 4.º, numa final totalmente havaiana.

    “Não estava à espera desta vitória, até porque é a minha primeira vez no Taiti e o objetivo passava mais por aprender e ganhar experiência competitiva. A vitória na prova principal foi especial porque tive a oportunidade de surfar em heats de apenas duas surfistas desde os quartos-de-final até à final. Estou muito feliz”, frisou a jovem havaiana.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram