Homepage

  • Frederico Morais enfrenta Medina na estreia do WCT 2020
    25 fevereiro 2020
    arrow
  • Kikas surge no draw entre as licras azuis, em virtude de ter terminado 2019 como número um do ranking WQS.
  • Estamos a cerca de um mês do arranque oficia do WCT 2020 e já são conhecidas as baterias da ronda inaugural da prova inaugural da temporada, o Corona Pro Gold Coast, que se disputará como habitualmente em Snapper Rocks, em Queensland, Austrália. Frederico Morais, que está de regresso à elite mundial, é um dos 36 surfistas em prova e, caso não existam alterações até à data do campeonato, irá enfrentar na estreia o bicampeão mundial e amigo Gabriel Medina.

    Kikas surge no draw entre as licras azuis, em virtude de ter terminado 2019 como número um do ranking WQS. Dessa forma, o surfista português assumo o lugar número 23 do seeding, logo a seguir ao top 22 mundial que garantiu a requalificação via WCT. Este cenário coloca-o no mesmo heat do número 2 mundial do ano passado, o brasileiro Gabriel Medina, mas também do italiano Leo Fioravanti, que vai disputar com Mikey Wright até à terceira etapa o segundo wildcard por lesão – o primeiro foi para Adriano de Souza.

    Por saber está ainda o wildcard da etapa, que irá ser colocado no heat 6, logo a seguir ao heat de Kikas, e que terá pela frente o campeão mundial em título Italo Ferreira. O surfista brasileiro inicia a defesa do título com o estatuto de seeding número um e já sabe que um dos seus dois adversários na estreia na Gold Coast será o compatriota Jadson Andre. Italo que defende o título mundial, mas também o estatuto de campeão desta etapa.

    Entre os outros heats da ronda inaugural em Snapper Rocks destaque para o heat 7, onde John John Florence vai enfrentar os australianos Wade Carmichael e Ethan Ewing, este último regressado ao WCT. No heat seguinte, o 8, será a vez de Kelly Slater se estrear. O 11 vezes campeão mundial, de 48 anos, vai medir forças com os brasileiros Caio Ibelli e Miguel Pupo, numa fase em que os dois primeiros seguem diretos para a 3.ª ronda e o último vai disputar a repescagem.

    Já o heat inaugural da temporada irá colocar na água o japonês Kanoa Igarashi, o norte-americano Conner Coffin e o australiano Connor O’Leary, que também está de regresso ao WCT, depois de ter sido o rookie do ano em 2017. Destaque ainda para o heat 4, onde Jordy Smith enfrenta a forte concorrência do brasileiro Yago Dora e do australiano Mikey Wright. Antes disso, no heat 3, Filipe Toledo defronta o compatriota Peterson Crisanto e o rookie Morgan Cibilic.

    Também na prova feminina já são conhecidas as baterias da ronda inaugural, com um super heat logo na estreia. A primeira bateria a ir para a água vai opor Stephanie Gilmore a Tyler Wright, com oito títulos mundiais na água. A elas junta-se a também australiana e antiga campeã mundial júnior Isabella Nichols, que se estreia no WWT.

    Destaque ainda para o facto de, devido à ausência da campeã mundial Carissa Moore, que vai fazer uma pausa sabática em 2020, o número um do seeding passa para a jovem norte-americana Caroline Marks, vice-campeã mundial em título. Mark enfrenta a compatriota Sage Erickson no heat 3 da ronda inaugural e ainda a wildcard deste evento inaugural da temporada.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram