Homepage

  • Vasco e Kikas no dia final do Pro Taghazout Bay!!!
    29 janeiro 2020
    arrow
  • Perante estes cenários existe a possibilidade de haver uma final totalmente portuguesa. Algo que seria histórico em provas deste nível.
  • Oito surfistas apuraram-se esta quarta-feira para os quartos-de-final do Pro Taghazout Bay e dois deles são portugueses. Vasco Ribeiro e Frederico Morais continuam em grande forma nas ondas marroquinas, avançaram mais duas rondas e carimbaram o passaporte para o dia final deste novo campeonato de estatuto QS5000 e até se podem encontrar na final.

    Com a competição a mudar-se para o pico principal de Anchor Point, as ondas continuaram em grande número e com muita qualidade, registando-se frequentemente pontuações na casa da excelência. Vasco e Kikas já tinham estado entre os destaques nos dias anteriores e hoje voltaram a brilhar bem alto.

    Num dia quase 100 por cento vitorioso para as cores nacionais, tudo começou com a prestação de Vasco Ribeiro no heat 4 da 4.ª ronda, onde somou 14,84 pontos, ficando apenas atrás do norte-americano Jake Marshall (15,00), mas à frente do brasileiro Bino Lopes (13,33). Uma exibição plena de surf power, que deu o mote para o que se seguiria.

    No heat 6 foi a vez de Frederico Morais entrar em cena e, ao contrário do que é habitual, foi já no final da disputa que Kikas disparou para o triunfo, conseguindo 8 pontos e 6,17 nas duas últimas ondas surfadas. Com 14,17 pontos, o surfista português bateu o australiano Liam O’Brien (12,33) e o sul-africano Jordan Maree (11,53), carimbando também a passagem à próxima fase.

    Com as ondas a proporcionarem um espetáculo digno de etapa do WCT, a organização avançou com a realização dos oitavos-de-final e, mesmo com equilíbrio à mistura, os dois surfistas portugueses voltaram a dar-se bem nas direitas de Anchor Point. Vasco foi novamente o primeiro a competir, batendo no heat 3 o brasileiro Willian Cardoso, que no ano passado competia no WCT. Com 15,80 pontos contra 15,07, o surfista do Estoril garantiu a passagem aos quartos-de-final da prova africana.

    Já Kikas competiu no heat 6, onde também teve pela frente um surfista brasileiro, mas neste caso Victor Bernardo. As coisas não começaram da melhor forma para o surfista do Guincho, que viu o adversário chegar rapidamente aos 15,50 pontos. Só que na reta final Frederico voltou a disparar e conseguiu a passagem já perto da buzina tocar, graças a uma onda de 7,60 pontos, que lhe rendeu um score de 15,60 e um triunfo por apenas 10 centésimas.

    Vasco e Kikas conseguiram assim avançar para o dia final deste Pro Taghazout Bay. A luta pelo triunfo final poderá acontecer até sábado, uma vez que faltam apenas quatro horas de competição e a organização tem três dias para esperar pelas melhores condições possíveis para recolocar a prova na água. Ainda assim, as previsões apontam para que tudo seja decidido já esta quinta-feira, novamente com ondas de classe mundial.

    Quando a competição retomar, Vasco Ribeiro vai ser novamente o primeiro a entrar, estando no heat 2 frente ao jovem norte-americano Jake Marshall, um rival bem conhecido do surfista português, que já lhe provocou alguns dissabores, mas também vitórias históricas. Caso avance para as meias-finais, Vasco irá enfrentar o vencedor do heat entre o japonês Kanoa Igarashi, único representante do CT em prova a par de Kikas, e o norte-americano e ex-top do WCT Nat Young.

    Por sua vez, Frederico Morais vai estar no heat 3, onde terá de medir forças com o francês Tristan Guilbaud. Caso avance mais uma ronda Kikas terá pela frente o vencedor do duelo entre o peruano Alonso Correa e do sul-africano Shane Sykes, que está a ser a grande sensação da etapa, uma vez que no ano passado terminou fora do top 300 mundial.

    Perante estes cenários existe a possibilidade de haver uma final totalmente portuguesa. Algo que seria histórico em provas deste nível. Registo ainda para o facto de apenas os Estados Unidos terem tantos surfistas em prova como Portugal. Em termos europeus, além de Vasco e Frederico, apenas resta mais um francês em prova. Um cenário importante, tendo em conta que esta prova é acumulável para o ranking africano e europeu da WSL.

    Heats dos quartos de final do Pro Taghazout Bay:

    Heat 1: Kanoa Igarashi (JAP) x Nat Young (EUA)
    Heat 2: Vasco Ribeiro (PRT) x Jake Marshall (EUA)
    Heat 3: Tristan Guilbaud (FRA) x Frederico Morais (PRT)
    Heat 4: Alonso Correa (PER) x Shane Sykes (AFS)

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram