Homepage

  • Portugueses arrancam temporada no top 10 do ranking
    31 janeiro 2020
    arrow
  • Norte-americano Nat Young e o japonês Shun Murakami lideram ambos o ranking.
  • Frederico Morais e Vasco Ribeiro alcançaram esta quinta-feira um importante 3.º posto no novo QS5000 de Taghazout. Foi o primeiro campeonato da temporada para ambos os surfistas portugueses, mas este já foi o segundo campeonato com o estatuto QS5000 disputado em 2020 no WQS – o primeiro foi na China. O que faz com que, feitas as contas, tanto Kikas como Vasco entrem já diretamente para o top 10 do ranking do WQS.

    Com os 3250 pontos amealhados - pontos importantes para uma qualificação que poderá ter a fasquia perto dos 20 mil - em Marrocos, Frederico e Vasco estão ambos empatados no 8.º posto do ranking. Apesar de ainda faltar muito para terminar a temporada, é importante para ambos começar já a temporada em lugares de qualificação para o WCT de 2021.

    Se no caso de Kikas seria uma requalificação, porque em 2020 faz novamente parte da elite mundial, para Vasco esta é mais uma tentativa de chegar ao circuito mundial, só que desta vez com um começo ainda mais prometedor. São já vários anos a terminar dentro do top 100 mundial e a chegar ao Havai com possibilidades, mas acabando por não conseguir o grande objetivo. 

    Com o norte-americano Nat Young e o japonês Shun Murakami a liderarem ambos o ranking, uma vez que foram os vencedores dos dois QS5000 já disputados, Portugal ainda coloca o jovem Guilherme Fonseca num promissor 32.º posto, depois de ter sido 17.º na China (1000 pontos) e agora ter somado mais 325 pontos. A partir do top 50 para baixo as posições acabam por ser irrelevantes, uma vez que o facto de ainda se terem disputado poucos campeonatos faz com que o ranking possa ser invertido a qualquer momento.

    De registar apenas que esta é uma situação nova para Portugal, uma vez que nos anos anteriores foi no final do circuito que os surfistas portugueses mais pontuaram. Habituados a ondas mais fortes e maiores, é, geralmente, na Europa e Havai que Frederico Morais e Vasco Ribeiro conseguem pontuar mais. Provas que acontecem já na segunda metade do ano.

    Só que desta vez, graças a este novo evento nas ondas marroquinas de grande nível, a dupla portuguesa entrou já com tudo na temporada. E está já quase aí à porta mais um QS5000, em Fernando de Noronha no Brasil, com Vasco Ribeiro a estar inscrito, a par de Miguel Blanco e Sidney Guimarães. Dias antes dezenas de jovens portugueses rumam a Tenerife, para um QS1500 nas ilhas Canárias.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram