Homepage

  • Kelly Slater não é adepto do surf de ondas grandes na Nazaré
    12 dezembro 2019
    arrow
  • O 11 vezes campeão do mundo gostaria de disputar um evento especial na Nazaré, mas com ondas mais pequenas.
  • O Havai acolhe, por estes dias, a última prova da temporada de 2019 do World Championship Tour, o Pipe Masters. Porém, hoje, também decorrerá no mesmo arquipélago, mas na ilha de Maui, o cbdMD Jaws Big Wave Championships.

    Etapa única, após a extinção do antigo Big Wave Tour, que vai decidir o novo campeão mundial de ondas grandes, na desafiante e temida onda de Jaws.

    Com dois diferentes tipos de surf a dominarem as atenções por estas horas, Kelly Slater falou um pouco sobre o surf de ondas grandes.

    O Rei teceu algumas palavras, em especial, sobre a Nazaré, que irá receber um evento mundial de tow-in. Em conversa, reproduzida na conta oficial dos Gigantes de Nazaré na rede social Instagram, KS revela não ser um fã do surf nas ondas gigantes, apesar do respeito que tem pelos praticantes dessa vertente.

    "Já surfei na Nazaré, mas nunca num dia grande. Adoro ver todos aqueles surfam no Canhão da Nazaré. Porém, não vejo nenhuma recompensa por isso e não é uma grande surfada. Não é possível fazer um tubo. Os surfistas entram na água em 'modo sobrevivência' ou para morrerem afogados. Surpreende-me como é que ainda não aconteceu nenhuma tragédia. Já vi tantos amigos a sofrerem wipeouts, em ondas com 80 pés, que ainda hoje não sei como é que conseguiram sobreviver. Qualquer dia existirá uma desgraça", entende Slater.

    No entender de Kelly, surf na Nazaré sim, mas apenas quando o "mar está com 6 pés. Aí podiam fazer um evento especial na Nazaré. Nessa altura o mar é incrível, pois parece uma mistura de Pipeline e a costa francesa". 

    De costas voltadas para o surf de ondas grandes, o 11 vezes campeão do mundo entende que para "arriscar a vida numa onda, teria de ser num tubo em Pipeline ou Backdoor".

    Para os destemidos big riders, que desafiam o Canhão da Nazaré, o experiente surfista de 47 anos deixa alguns conselhos.

    "Cuidem bem uns dos outros e escolham bem as ondas que vão surfar. Façam o melhor que sabem, mas sempre em segurança. Não vale a pena arriscar. Fiquem tranquilos, completem a surfada e tenham sempre a mão perto do colete de salva-vidas", finalizou Kelly Slater. 

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram