Homepage

  • Super Kikas avança em Haleiwa e fica a um heat do CT 2020
    21 novembro 2019
    arrow
  • Agora, na 4.ª ronda, Kikas, que era 6.º do ranking à partida para esta etapa, mas que já é virtualmente 5.º, vai competir no heat 7.
  • Frederico Morais estreou-se esta quinta-feira no Hawaiian Pro e fê-lo de forma contundente, avançando com algum conforto rumo à 4.ª ronda deste QS10000 que se disputa em Haleiwa, no Havai. Dessa forma, Kikas fica a apenas um heat de garantir a qualificação para o WCT 2020. Algo que pode conseguir ainda esta madrugada, caso volte a entrar na água.

    Num heat com adversários de valor, Frederico fez questão de mostrar que direitas pesadas são a sua praia, aproveitando as paredes na casa dos três metros para cravar com força e estilo o rail, desenhando curvas que lhe valeram um triunfo robusto. O surfista português somou 15,20 pontos nos primeiros 15 minutos do heat e não deu qualquer hipótese à concorrência.

    Kikas acabou por ser mais forte que o francês e membro do WCT Michel Bourez (13,57), que também seguiu em frente, acabando por ajudar a eliminar o norte-americano Ian Crane (10,33) e ainda o havaiano Finn McGill (9,43), ex-campeão mundial júnior da WSL.

    Agora, na 4.ª ronda, Kikas, que era 6.º do ranking à partida para esta etapa, mas que já é virtualmente 5.º, vai competir no heat 7, que a realizar-se ainda hoje, será já depois da 1 hora da madrugada, em Portugal Continental. Pela frente o surfista de Cascais terá o vencedor do heat 14 e os segundos classificados dos heats 15 e 16, que ainda não foram disputados.

    Começou, assim, da melhor forma uma noite que pode ser histórica para o surf nacional. Isto porque se Kikas passar mais uma bateria em Haleiwa atinge a fasquia dos 20 mil pontos no ranking WQS, que foi a definida pela WSL para garantir a qualificação para o circuito mundial do próximo ano.

    No caso de Frederico Morais será uma requalificação, depois de a ter conseguido em 2016 e de ter caído no ano passado, embora em 2019 tenha entrada em várias etapas como substituto. Além da qualificação, Frederico também mostra estar em forma para lutar pelo triunfo num evento em que já foi vice-campeão, em 2016, e até pelo ranking da famosa Triple Crown havaiana, uma vez que já está garantido no Pipe Masters, a última etapa do WCT 2019.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram