Homepage

  • WSL dá veredito final sobre interferência de Gabriel Medina 
    22 outubro 2019
    arrow
  • Caio Ibelli, por sua vez, reagiu já hoje a toda a situação, depois de ter recebido várias ameaças nas redes sociais por parte de fãs de Medina.
  • Mais de um dia após a polémica eliminação de Gabriel Medina do MEO Rip Curl Pro Portugal, num heat em que perdeu para o compatriota Caio Ibelli após lhe ser assinalada uma interferência, a WSL veio, finalmente, a público esclarecer a situação, apoiando a decisão dos juízes que deram a prioridade a Ibelli e rejeitando o pedido de Medina para uma repetição do heat.

    “Tenho a esperança de que a minha bateria seja reavaliada, pois ocorreu um erro”, atirou Medina, nas redes sociais, após a eliminação, juntamente com um vídeo que, aparentemente, terá sido editado de forma a dar razão ao seu protesto. Foi através de declarações do tour manager Renato Hickel à agência Lusa, que a WSL explicou toda a situação, garantindo que a prioridade foi bem analisada e que, por isso, será Ibelli a disputar os quartos-de-final da etapa portuguesa. “A decisão já foi tomada após o final da competição”, começou por dizer o responsável da WSL.

    “O Gabriel [Medina] colocou o protesto dele, com a equipa dele, e achou que a prioridade devia ser dele. O juiz de prioridade mostrou o vídeo da razão de a prioridade ter sido alocada para o Caio [Ibelli], no entender dele, e disse que a decisão permaneceria. A chamada de prioridade do juiz de prioridade é soberana. O call é único e é dele. O Gabriel e a equipa dele perguntaram se havia condições de 'resurf' [repetição da bateria]. Disse que não, porque na regra do 'resurf' não existe nenhum parágrafo que aloque a mudança do juiz de prioridade. A regra do 'resurf' é uma regra para circunstâncias extraordinárias”, explicou Hickel.

    Apenas porque questões técnicas poderia haver lugar a uma repetição da bateria. E Renato Hickel exemplificou as situações. “Por exemplo, a prioridade era do amarelo, a placa queimou, ou quebrou, e não deu para fazer o 'display' [exibição]. Essa é uma situação que não está no livro de regras, então, a gente analisa e pode decidir pelo 'resurf'. O caso do Gabriel e do Caio, não tem, absolutamente, nada a ver com o 'resurf'. E, no final da tarde, no final do protesto, ele [Medina] foi informado que o resultado permaneceria. Ele termina com a nona posição e o Caio passa para os quartos de final”, acrescentou o responsável brasileiro.

    Esta foi uma situação que fez correr muita tinta durante as últimas horas, mesmo depois de a WSL ter colocado um ponto final em relação às queixas de Medina. Caio Ibelli, por sua vez, reagiu já hoje a toda a situação, depois de ter recebido várias ameaças nas redes sociais por parte de fãs do compatriota e número um mundial. Para o episódio ficar fechado de vez, só faltaria, agora, Medina retratar-se de todo este ambiente criado.

    “Muito obrigado pelas mensagens de apoio! Hoje acordei de manhã e, graças a Deus, meu inbox estava muito diferente de quando fui dormir. Estava transbordando de mensagens boas. O que aconteceu na nossa bateria não foi legal, nem para mim que passei. Saí da bateria totalmente quieto, semblante fechado, respeitando o Medina, o time dele e a situação.
    Eu e a minha família ficámos sem dormir e foram tristes os ataques que recebemos durante esse tempo, muitas vezes por pessoas que não surfam ou são fãs de surf. Recebemos todos os tipos de mensagens. Foi muito triste ver a minha mãe daquela maneira, lendo os comentários sobre o filho”, sublinhou o surfista brasileiro.

    Caio prosseguiu com a explicação sobre o momento da interferência: “Em momento algum quis causar interferência ou tentar prejudicar o meu adversário. Só segui o que o juiz e a placa me mostravam e naquele momento estava tentando reverter a situação com o meu surf. A WSL postou a versão oficial da razão da decisão ser mantida e está lá para quem quiser ver ou tem dúvidas. Eu só sou um surfista profissional fazendo o que mais amo na vida e estarei na terceira bateria das quartas-de-finais, tentando o meu melhor para ir longe nesse evento. Obrigado a todos pelo carinho”.  

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram