Homepage

  • Medina eliminado de forma surpreendente e polémica em Supertubos
    20 outubro 2019
    arrow
  • Caio Ibelli protagonizou a única surpresa do dia, depois de uma interferência protagonizada por Medina que vai fazer correr muita tinta.
  • A ação regressou este domingo a Supertubos para uma longa jornada onde se disputaram os oitavos-de-final femininos e masculinos do MEO Rip Curl Pro Portugal, décima e penúltima etapa do WCT. Em ondas longe dos melhores dias de Supertubos, e com as rampas a fazerem as delícias dos surfistas mais progressivos, este foi um dia dominado pelos favoritos e com apenas uma única surpresa a acontecer entre os 16 heats realizados. Contudo, a surpresa foi mesmo grande, uma vez que o campeão mundial Gabriel Medina ficou pelo caminho, com muito polémica à mistura.

    Depois de as mulheres terem competido pela manhã, com Carissa Moore a dar mais um passo rumo ao título mundial, avançando para os quartos-de-final, mas com as principais rivais a também avançarem todas na prova portuguesa – com exceção apenas de Courtney Conlogue, foi a vez de a prova masculina preencher a parte da tarde. Com as expectativas bem altas para perceber se Medina também iria continuar na senda do título em Portugal, as contas acabaram por ficar logo adiadas para o Havai após o triunfo de Filipe Toledo frente a Wade Carmichael.

    Com Jordy Smith e Kolohe Andino a vencerem Griffin Colapinto e Michael Rodrigues, respetivamente, de forma tranquila, ainda antes da entrada de Toledo em cena, Medina tinha de responder da mesma moeda. O líder mundial até esteve a liderar o heat de forma convincente, mas acabou por cometer uma interferência que gerou bastante polémica e que acabou por oferecer praticamente o triunfo ao compatriota Caio Ibelli.

    Após perder o heat, Medina saiu rapidamente da água, dirigindo-se para a zona de juízes, onde terá reclamado com os responsáveis da WSL essa mesma penalização, uma vez que alegava que na altura as placas de prioridades indicavam que a prioridade era sua e não do rival. Ainda assim, de pouco valeu a revolta de Gabriel Medina, uma vez que a derrota já estava averbada, despedindo-se de Peniche no 9.º posto.

    Mais tarde foi a vez de Italo Ferreira também vencer confortavelmente Conner Coffin, juntando-se ao quarteto de perseguidores diretos de Medina. Quanto mais avançarem na prova, mas se aproximam da liderança, podendo complicar e muito as contas para o Havai. E até existe a possibilidade de roubarem já em Portugal a licra amarela a Medina, sendo Toledo o que está mais perto de fazê-lo.

    Preveem-se, assim, emoções ao rubro para o dia final do MEO RIp Curl Pro Portugal. No entanto, isso apenas deverá acontecer para o final da próxima semana. Isto porque as previsões apontam para ondas fracas até quinta-feira – também terá sido essa a razão de colocar a prova hoje na água.

     MEO Rip Curl Pro Portugal Men’s Quarterfinal Matchups:
    QF 1: Jordy Smith (ZAF) vs. Kolohe Andino (USA) 
    QF 2: Filipe Toledo (BRA) vs. Kanoa Igarashi (JPN) 
    QF 3: Caio Ibelli (BRA) vs. Peterson Crisanto (BRA) 
    QF 4: Italo Ferreira (BRA) vs. Jack Freestone (AUS) 

    MEO Rip Curl Pro Portugal Women’s Quarterfinal Matchups:
    QF 1: Caroline Marks (USA) vs. Stephanie Gilmore (AUS)
    QF 2: Sally Fitzgibbons (AUS) vs. Tatiana Weston-Webb (BRA)
    QF 3: Carissa Moore (HAW) vs. Johanne Defay (FRA)
    QF 4: Lakey Peterson (USA) vs. Nikki Van Dijk (AUS) 

    MEO Rip Curl Pro Portugal Men’s Round 4 Results:
    HEAT 1: Jordy Smith (ZAF) 10.84 DEF. Griffin Colapinto (USA) 3.76
    HEAT 2: Kolohe Andino (USA) 14.84 DEF. Michael Rodrigues (BRA) 11.57
    HEAT 3: Filipe Toledo (BRA) 14.60 DEF. Wade Carmichael (AUS) 9.27
    HEAT 4: Kanoa Igarashi (JPN) 10.53 DEF. Kelly Slater (USA) 9.10
    HEAT 5: Caio Ibelli (BRA) 8.50 DEF. Gabriel Medina (BRA) 8.17
    HEAT 6: Peterson Crisanto (BRA) 14.34 DEF. Jesse Mendes (BRA) 12.46
    HEAT 7: Italo Ferreira (BRA) 13.83 DEF. Conner Coffin (USA) 10.83
    HEAT 8: Jack Freestone (AUS) 13.83 DEF. Soli Bailey (AUS) 12.40

    MEO Rip Curl Pro Portugal Women’s Round 3 Results:
    HEAT 1: Caroline Marks (USA) 12.67 DEF. Bronte Macaulay (AUS) 9.83
    HEAT 2: Stephanie Gilmore (AUS) 13.07 DEF. Macy Callaghan (AUS) 12.13
    HEAT 3: Sally Fitzgibbons (AUS) 12.67 DEF. Keely Andrew (AUS) 9.50
    HEAT 4: Tatiana Weston-Webb (BRA) 14.67 DEF. Coco Ho (HAW) 10.60
    HEAT 5: Carissa Moore (HAW) 13.20 DEF. Paige Hareb (NZL) 11.00
    HEAT 6: Johanne Defay (FRA) 10.66 DEF. Brisa Hennessy (CRI) 9.54
    HEAT 7: Lakey Peterson (USA) 13.43 DEF. Silvana Lima (BRA) 8.54
    HEAT 8: Nikki Van Dijk (AUS) 12.40 DEF. Courtney Conlogue (USA) 12.34

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram