Homepage

  • As contas para a decisão do título mundial no Havai
    28 outubro 2019
    arrow
  • Se, por um lado, o norte-americano Kolohe Andino, é já um outsider nesta luta, a verdade é que entre os quatro primeiros a diferença é mínima.
  • Disputadas que estão 10 das 11 etapas do WCT 2019, as contas da corrida ao título estão mais apertadas que nunca. O triunfo de Italo Ferreira em Peniche e a derrota de Gabriel Medina nos oitavos-de-final da etapa portuguesa baralharam o ranking e deixaram cinco surfistas ainda com possibilidade de chegar ao título mundial. Tudo se vai decidir na etapa final, de 8 a 20 de dezembro, na mítica arena de Pipeline, no Havai.

    E se, por um lado, o norte-americano Kolohe Andino, atual número 5 mundial, é já um outsider nesta luta, em virtude de as contas não jogarem muito a seu favor, a verdade é que entre os quatro primeiros a diferença é mínima, estando separados por menos de 2 mil pontos. Isto faz com que os requisitos sejam bastante idênticos para o líder Italo, para o vice-líder Gabriel Medina, para o número 3 Jordy Smith e para o número 4 Filipe Toledo.

    Com 10000 pontos em disputa em cada etapa, há que jogar ainda com os descartes, uma vez que todos os surfistas limpam os dois piores resultados da temporada. No entanto, até nisso há um enorme equilíbrio, uma vez que todos têm já dois 17.ºs para cortar – Italo até tem um terceiro 17.º que já lhe vai entrar nas contas -, com exceção de Jordy Smith, que terá de descartar também um 9.º posto, o que faz com que tenha requisitos mais elevados que Toledo, mesmo estando à frente do brasileiro no ranking.

    Eis as contas oficiais da WSL para uma etapa final de temporada que promete ser eletrizante:

    - Se Italo Ferreira vencer a etapa conquista o título mundial;

    - Se Italo Ferreira ficar no 2.º posto (final), Gabriel Medina e Filipe Toledo precisam de vencer a etapa para chegarem ao título mundial;

    - Se Italo Ferreira ficar no 3.º posto (meia-final), Gabriel Medina precisa de ser 2.º (final) e Filipe Toledo e Jordy Smith precisam de vencer a etapa;

    - Se Italo Ferreira ficar no 5.º posto (quartos-de-final), Gabriel Medina precisa de um 3.º posto, Filipe Toledo de um 2.º posto e Jordy Smith de vencer a etapa;

    - Se Italo Ferreira ficar no 9.º posto (oitavos-de-final), Gabriel Medina precisa de um 5.º posto, Filipe Toledo de um 3.º, Jordy Smith de um 2.º e Kolohe Andino de vencer a etapa;

    - Se Italo Ferreira ficar no 17.º posto (terceira ronda) ou pior, Gabriel Medina e Filipe Toledo precisam de um 9.º lugar, Jordy Smith de um 5.º lugar e Kolohe Andino de um 2.º lugar;

    Já no circuito feminino, as contas são menos apertadas, mas com três surfistas ainda em jogo. A havaiana Carissa Moore chega à etapa final em Maui, no Havai, com uma vantagem interessante sobre Carissa Moore, mas os requisitos ainda são altos para chegar ao quarto título mundial da carreira. E, curiosamente, até poderá existir um histórico desempate a três.

    Lakey Peterson, atual número 2 mundial, é a grande rival de Carissa, mas Caroline Marks, depois do triunfo em Supertubos, também ainda tem uma palavra a dizer, mesmo estando mais distante da liderança. Ambas tentam chegar ao primeiro título da carreira. A grande decisão acontece de 25 de novembro a 6 de dezembro, nas belas direitas de Honolua Bay, antecedendo a decisão do título masculino.

    Contas femininas:

    - Se Carissa Moore vencer a etapa conquista o título mundial;

    - Se Carisssa Moore alcançar o 2.º posto (final), Lakey Peterson precisa de ganhar a etapa para conquistar o título mundial;

    - Se Carissa Moore alcançar o 3.º posto (meias-finais), Lakey Peterson precisa de um 2.º lugar (final) e Caroline Marks precisa de vencer;

    - Se Carissa Moore perder nos quartos-de-final ou antes (5.º, 9.º ou 17.º lugar), Lakey Peterson precisa de um 3.º lugar (meias-finais) e Caroline Marks de um 2.º lugar (final) para haver um surf off a três pelo título.

    Men’s Championship Tour Top 5:
    1 - Italo Ferreira (BRA) - 51,070 pts
    2 - Gabriel Medina (BRA) - 50,005 pts
    3 - Jordy Smith (ZAF) - 49,985 pts
    4 - Filipe Toledo (BRA) - 49,145 pts
    5 - Kolohe Andino (USA) - 44,665 pts

    Women’s Championship Tour Top 5:
    1 - Carissa Moore (HAW) - 58,600 pts
    2 - Lakey Peterson (USA) - 55,125 pts
    3 - Caroline Marks (USA) - 53,410 pts

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram