Homepage

  • Havaiana recebe wildcard para competir no MEO Rip Curl Pro Portugal
    10 outubro 2019
    arrow
  • Este ano já fez cinco provas do circuito mundial de qualificação, mas sem grandes resultados de relevo, ocupando atualmente o 79.º posto, atrás das quatro principais surfistas portuguesas do ranking.
  • Já é conhecido o nome da surfista que se vai juntar à elite mundial feminina em Peniche, para a etapa que marca o regresso do circuito mundial feminino a Portugal. A havaiana Alana Blanchard foi a escolhida pela organização como wildcard. Alana regressa assim a Portugal, numa altura em que a carreira competitiva já abrandou, sobretudo depois de ter sido mãe há dois anos.

    Alana Blanchard, famosa não só pelo seu talento, mas também pela imagem, fez parte do WWT durante quatro anos alternados, entre 2009 e 2014, ano em que deixou a elite mundial definitivamente. Depois disso, entrou num hiato que serviu também para a chegada da maternidade. A havaiana é mãe de um rapaz de 2 anos, que é fruto da relação com o também surfista profissional e membro do circuito mundial masculino, o australiano Jack Freestone.

    A surfista da Rip Curl, marca que patrocina o evento português, tem regressado aos poucos à competição. Em 2017, ano em que foi mãe, entrou apenas num campeonato, sendo que em 2018 já fez três. Um deles foi mesmo a etapa final do WWT, no Havai, onde também recebeu wildcard.

    Este ano já fez cinco provas do circuito mundial de qualificação, mas sem grandes resultados de relevo, ocupando atualmente o 79.º posto, atrás das quatro principais surfistas portuguesas do ranking (Teresa Bonvalot, Carol Henrique, Camlla Kemp e Yolanda Sequeira). Em Peniche vai entrar pela primeira vez este ano em etapas do WWT.

    Curiosamente, Alana marcou presença em Peniche na primeira vez que o circuito mundial ali passou, em 2009, ainda sob o formato The Search. A famosa surfista havaiana terminou no 9.º posto, numa altura em que ainda dava os primeiros passos rumo ao estrelato. A prova voltou a realizar-se em 2010, mas Blanchard já não esteve presente.

    Depois disso, Cascais ainda recebeu as melhores surfistas do Mundo entre 2013 e 2017, mas no ano passado Portugal deixou de fazer parte do calendário do circuito mundial feminino. Agora, as estrelas do surf mundial estão de regresso, encabeçadas pela havaiana Carissa Moore, atual líder do ranking, e pela australiana e sete vezes campeã mundial Stephanie Gilmore, mas sem esquecer o glamour da inigualável Alana Blanchard.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram