Homepage

  • Saca vai enfrentar lenda do surf mundial em Ribeira d’Ilhas 
    24 setembro 2019
    arrow
  • A última vez em que competiram frente a frente foi no Tahiti, em 2014, num embate de boas memórias para o português.
  • O EDP Billabong Ericeira Pro vai juntar em Ribeira d’Ilhas a nata do top 100 mundial de surf, mas também irão estar duas lendas em jogo. Isto porque a mítica praia vai receber um heat especial entre o local e pioneiro do surf nacional, Tiago Pires, e ainda entre um dos maiores nomes do surf mundial num passado recente, o australiano Taj Burrow.

    Depois de ambos terem deixado a competição profissional há poucos anos, Saca – em 2015 - e Taj – em 2016 - vão agora vestir novamente a licra para disputarem este “Legends Heats powered by You and the Sea”. Um formato habitualmente visto em etapas do WCT, mas que chega agora também a esta importante etapa do WQS e às ondas portuguesas.

    Na memória do surf nacional estão os dois históricos triunfos consecutivos de Tiago Pires em Ribeira d’Ilhas, ainda antes de chegar ao WCT. Foi em 2005 e 2006 que Saca bateu tudo e todos para gaudio da enorme plateia presente na praia. Triunfos que foram apenas o lançamento de uma carreira ímpar para aquele que foi o primeiro português a chegar ao World Tour.

    Por sua vez, Taj Burrow foi considerado um dos melhores surfistas da sua geração, mesmo nunca tendo chegado ao título mundial. Famoso por se ter qualificado muito jovem para o WCT, rejeitando a entrada na elite mundial e preferindo ficar mais um ano a competir no WQS para ganhar experiência, Taj acabou por nunca conseguir cumprir com as previsões que o apontavam como futuro campeão mundial.

    Ainda assim, Taj foi vice-campeão mundial em 1999 e 2007, sendo sempre uma presença regular nos pódios e no top 5 mundial. Conquistou um total de 12 etapas do WCT, incluindo um Pipe Masters, há precisamente 10 anos. Por estes dias vai estar de visita à Ericeira, num campeonato do seu patrocinador de longa data, a Billabong.

    Durante vários anos Tiago e Taj estiveram juntos entre a elite mundial e, apesar de o currículo do australiano ser mais recheado de títulos, a verdade é que o português tem boas memórias dos embates entre ambos. A última vez em que competiram frente a frente foi no Tahiti, em 2014, meses depois de Taj ter vencido Saca nas Fiji.

    Na desforra dessa derrota em Cloudbreak, Tiago Pires cilindrou verdadeiramente o australiano nos tubos de Teahupoo, naquele que terá sido o último grande heat do português entre a elite mundial. Com um total de 18,67 pontos, Saca deixou Taj em combinação, uma vez que o australiano somou apenas 13,57 pontos. Quem levará agora a melhor?

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram