Homepage

  • Mineiro sofre nova lesão e Kikas pode estar certo nas próximas etapas
    04 setembro 2019
    arrow
  • São já quatro os surfistas lesionados vários meses durante a presente temporada.
  • A etapa de Teahupoo correu bem a Adriano de Souza, que voltou a mostrar estar em forma dentro de água. Mas, apesar de ter avançado até aos quartos-de-final, o Tahiti Pro deixou consequências físicas no campeão mundial de 2015, que voltou a sofrer uma lesão no joelho.

    Após uma longa paragem no final da temporada passada, fruto de uma lesão sofrida na etapa de Peniche, Mineiro só regressou ao ativo já com a presente temporada em andamento, depois de ter perdido as quatro primeiras etapas do circuito. Agora, após ter competido em apenas três etapas (Brasil, J-Bay e Teahupoo) está de regresso ao estaleiro.

    A gravidade desta nova lesão ainda não é conhecida, mas não deverá ser tão grave como a sofrida na temporada passada. O surfista brasileiro optou por parar para recuperar assim que sentiu dores, tendo, para já, abdicado somente do QS10000 que está a decorrer em Pantín, na Galiza.

    Resta perceber que Mineiro irá conseguir recuperar a tempo das próximas etapas do WCT. Caso não esteja apto, este é um cenário que favorece Frederico Morais. Com John John Florence lesionado até final da temporada, Caio Ibelli está já garantido nas próximas etapas. Kikas, como segundo suplente, beneficiará de mais lesões que existam. Com Mikey Wright ainda no estaleiro e, agora, com Adriano, o português pode também estar garantido nas próximas etapas.

    Embora ainda não seja certa a presença na etapa do Surf Ranch de Kelly Slater, uma vez que Frederico está inscritos no QS6000 dos Açores que se disputa na mesma altura, o surfista português pode assim garantir entrada direta na etapa francesa e também em Portugal. Isso pode significar que Kikas libertaria uma vaga de wildcard para outro português.

    Mas esta lesão de Adriano de Souza pode ter outras implicações ao nível do WCT 2020. É que são já quatro os surfistas lesionados vários meses durante a presente temporada. John John Florence, que já recebeu wildcard de lesão no ano passado, é o mais forte candidato por todo o seu currículo. Mas Adriano não fica atrás e ambos lesionaram-se em competição.

    Depois, há a misteriosa lesão de Mikey, que o deixou de fora das últimas quatro etapas, e também Leo Fioravanti, que está prestes a regressar à ação. Resta ao australiano e ao italiano esperarem que, mesmo lesionado, John John acabe a época dentro do cut. Algo que é altamente provável, pois o havaiano está atualmente no 5.º posto, a quatro etapas do final.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram