Homepage

  • Kikas e Vasco somam e seguem a caminho das finais nos Açores
    21 setembro 2019
    arrow
  • Está a ser um mês de sonho para o surf português, depois de garantida a qualificação olímpica para Tóquio’2020 e de mais um título europeu júnior feminino.
  • Frederico Morais e Vasco Ribeiro deram, este sábado, muito espetáculo perante condições desafiante nas ondas de São Miguel, durante o penúltimo dia do Azores Airlines Pro. Ambos conseguiram superar com distinção duas rondas durante o dia de hoje, conseguindo scores muito fortes e avançando de forma perentória até aos oitavos-de-final. Vasco e Kikas estão já entre os 16 melhores surfistas em prova e este domingo vão lutar pela vitória final e pelos importantes pontos em jogo.

    Tudo começou com Frederico Morais a competir no primeiro heat do dia, ainda na 3.ª ronda. Kikas correspondeu às exigências e conseguiu a qualificação num heat que foi vencido de forma destacada pelo norte-americano Jake Marshall. A luta de Frederico acabou por ser frente ao australiano Jack Robinson, com a experiência do português a segurar uma vantagem inferior a 1 ponto.

    Dois heats depois foi a vez de Afonso Antunes entrar na água, mas o jovem prodígio do surf nacional acabou por não se dar bem num mar tão complicado. Ainda assim, Afonso terminou o heat no 3.º posto, superado apenas pelo francês Maxime Huscenot e pelo costarriquenho Carlos Muñoz, o que lhe garantiu um honroso 25.º posto final, aos 16 anos.

    A ronda terminou da melhor forma para as cores nacionais, graças a uma prestação avassaladora de Vasco Ribeiro, que venceu o heat 11 com 16,40 pontos, tendo uma nota de 9,50 pontos em que um dos juízes lhe deu mesmo um 10. Vasco não deu qualquer hipótese à concorrência, deixando o sul-africano Michael February no 2.º posto e eliminando o norte-americano Evan Geiselman e o neozelandês Te Kehukehu Butler.

    Na ronda seguinte Kikas esteve na água logo no primeiro heat e voltou a cumprir, conseguindo a qualificação para os oitavos-de-final, com 11,90 pontos. O português ficou atrás dos 12,60 do sul-africano Beyrick De Vries, mas conseguiu superar facilmente os 8,23 do francês Tristan Guilbaud. Agora, nos oitavos-de-final, Kikas vai medir forças com o australiano Jackson Baker, no segundo heat da manhã.

    A jornada acabaria por fechar com mais uma grande prestação de Vasco Ribeiro, que conseguiu a qualificação com 14,46 pontos, atrás dos 17,04 do brasileiro Luel Filipe, mas à frente do australiano e ex-top do WCT Connor O’Leary, que terminou a disputa com 13,53 pontos. Vasco vai entrar agora no último heat dos oitavos-de-final frente ao brasileiro Miguel Pupo.

    Está a ser um mês de sonho para o surf português, depois de garantida a qualificação olímpica para Tóquio’2020 e de mais um título europeu júnior feminino, por Mafalda Lopes. E este domingo tudo pode ficar ainda mais brilhante. Até porque caso continuem a avançar nesta prova, nada impede que Kikas e Vasco se encontrem na final.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram