Homepage

  • Francisco Spínola: 'O novo formato tow-in da Nazaré será muito diferente'
    25 setembro 2019
    arrow
  • Colocar os maiores big riders do mundo nas condições mais extremas é o objetivo da World Surf League.
  • No final do mês do passado mês de agosto a World Surf League anunciou o fim do Big Wave Tour. Uma mudança no panorama do surf das ondas grandes em que a nossa 'Nazaré' é e continuará a ser uma incontornável referência.

    Para tentar perceber um pouco melhor a ideia que está por detrás deste conceito, o 'Beachcam' esteve um pouco à conversa com Francisco Spinola, diretor geral da World Surf League para a Europa, África e Médio Oriente.

    Conversa que ocorreu à margem da segunda edição da Surf Out Portugal, que teve lugar no passado fim de semana na Feira de Artesanato do Estoril (FIARTIL) e onde o executivo português foi um dos oradores. 


    Beachcam - Com o fim do Circuito Mundial de Ondas Grandes, o que podemos esperar deste novo conceito? 

    Francisco Spínola - Por enquanto nada está ainda oficializado, mas já se sabe o que irá acontecer. O Big Wave Tour terminou e existirão duas grandes provas. Uma de remada, que será a prova de Jaws, e outra de 'tow-in', na Nazaré. Local esse que é o Evereste das ondas grandes. 

    Queremos os maiores big riders do mundo nas condições mais extremas. Pretendemos todos os anos surfar ondas que estabeleçam novos recordes do mundo. Desejamos criar histórias que venham a gerar interesse em todo o mundo, pois as histórias em torno dos big riders são impressionantes.

    BC - O que podes dizer acerca do formato da competição, nomeadamente da prova da Nazaré?

    FS - Em termos de formato da competição, a World Surf League está a trabalhar em conjunto com o Garrett McNamara desde o princípio da ideia. Isto devido à experiência que o Garrett tem do local. 

    Está a ser uma importante ajuda para concebermos um formato 'tow-in' que será significativamente diferente em relação aquele a que estamos habituados.

    Assim, teremos um evento totalmente diferente de uma prova tradicional de surf. No fim do dia haverá um vencedor, mas os critérios de julgamento estão ainda em fase de estudo, apesar de estarem praticamente definidos. Serão apresentados em breve. 

    Paralelamente aos eventos de ondas grandes, a World Surf League irá criar as Strike Missions. Isto é se tivermos feito o evento num dia com ondas gigantes, mas se passado um mês tivermos um dia com ondas de maior dimensão, iremos trazer para o local os nossos produtores. Ao mesmo tempo o canal da WSL estará ligado para transmitir essas Strike Missions. Tudo com o objetivo de levar as 'big waves' aos milhares de fãs espalhados por todo o mundo.

    BC - No caso do evento da Nazaré, o período de espera continuará novamente a ser extenso? 

    FS - O período de espera será como o do Nazare Challenge, onde procuraremos um dia com ondas gigantes. 

    BC - Mudando agora um pouco de assunto, de que forma o recente apuramento de Portugal para os Jogos Olímpicos consolida o nosso país como um importante mercado para a World Surf League?

    FS - É muito importante, pois estamos a falar de uma prova que decorre apenas de quatro em quatro anos e que irá trazer o surf para um patamar de visibilidade fora dos meios tradicionais que conhecemos. 

    Desde o início do projecto olímpico que a WSL tem estado envolvida. Isto porque é na World Surf League que competem os melhores surfistas do mundo e esses mesmo atletas vão estar presentes nos Jogos Olímpicos. Por isso, existe aqui uma evidente complementaridade entre estes dois vectores.

    BC - A presença de Portugal num evento tão grande pode ajudar a trazer mais eventos internacionais de surf para o nosso país?

    FS - Sem dúvida que irá originar mais consciencialização da modalidade junto das pessoas. E isso traz consigo mais patrocínios e por sua vez mais eventos e mais atletas. Porém, no imediato, não temos nada previsto. 

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram